Como Fazer Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas
Sem categoria

Como Fazer Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas

 

O blog é de jardinagem, mas o assunto é pertinente, afinal faço minhas velas com cera tipo coco T-02 e de palma, que são vegetais, e decoro com flores e ervas secas das minhas próprias plantas, tratadas com muito carinho.

Independente dos aspectos temáticos, minha maior motivação para publicar esse post aqui no blog foi alertar sobre as velas de parafina e dar uma alternativa, para quem adora velas e usa com frequência como eu.

Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas
É tão aconchegante a luz das velas

Não bastassem as motivações temáticas e relacionadas à saúde, também são bons motivos para você se animar a fazer suas próprias velas de cera vegetal:

  • É divertido, ainda que você tenha momentos de ódio nas primeiras vezes que faz esse processo;
  • Dá pra usar a criatividade à vontade e fazer a vela do jeitinho que você quer;
  • Dá pra aproveitar as flores e ervas do seu jardim ou vasos para enfeitar as velas;
  • Se você amar muito o processo depois de começar a fazer pode até virar uma renda extra.

Percebe-se que motivos não faltam para fazer velas de ceras vegetais, mas eu mesma nunca tinha pensando nisso. Jamais passou pela minha cabeça, mas um dia, procurando velas para comprar, acabei vendo um vídeo sobre como fazer suas próprias velas e achei interessante porque usava cera de soja e não parafina. Fui pesquisar sobre isso e descobri o quanto a parafina pode ser nociva para a saúde e para o meio ambiente.

Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas
Vela aromatizada com essência de capim limão e decorada com flores e cálices de columeia peixinho e pétalas de primavera

A parafina é um derivado do petróleo, isso por si só já é suficiente pra ser nociva, especialmente se é aquecida e libera fumaça, liberando também diversas substâncias tóxicas, como tolueno e o benzeno, que estamos inalando. Além disso a parafina não é biodegradável, portanto ruim para o meio ambiente.

Pensando bem é meio óbvio, afinal um derivado de petróleo não poderia ser ecológico, nem indiferente à saúde, mas eu de fato nunca havia parado pra pensar nisso ao acender minhas velas e acredito que muitas outras pessoas também não, por isso a importância desse post.

Eu não pretendo mais usar velas de parafina, pretendo fazer só com ceras vegetais ou pelo menos comprar as de ceras vegetais.

Entre fazer e comprar nesse caso eu prefiro fazer por alguns motivos. Fazendo eu vou ter certeza do que estou usando, já que há misturas de ceras vegetais com parafina bem populares por aí. É mais sustentável, porque aproveito vários vidros de geleia, patê, cosméticos, etc. Além disso é divertido e faço com minhas próprias flores, que eu adoro!

Sobre as Ceras Vegetais

Depois de descobrir que não se faz velas só com parafina nessa vida, comecei a pesquisar e descobri que há várias ceras vegetais como opção, o que é ótimo!

Ainda não tenho tanto conhecimento nesse momento, mas vou tentar passar o pouco que eu sei e o resultado de algumas pesquisas.

A cera de soja é a mais popular entre as ceras vegetais, mas ela é bem dura e precisa ser usada em conjunto com outras ceras para um melhor acabamento.

Tem uma versão da cera de soja que contém parafina e chama-se Ecomix. Muita gente gosta e diz que os resultados são ótimos, mas se você quer algo totalmente vegetal como eu ela não é uma opção.

Outra cera vegetal é a de palma. A cera de soja nunca comprei para testar, mas a de palma sim e posso falar um pouco sobre ela.

A cera de palma vem em lascas e tem um cheiro adocicado, bem agradável. Ela é uma cera bem dura e, particularmente, achei difícil de trabalhar com ela pura. No entanto, associada à cera tipo coco T-02 ela teve um ótimo resultado.

Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas
Cera de palma

Claro que também há a cera tipo coco T-02, que é a que uso em maior quantidade e é uma mistura de ceras de coco, arroz e palma. Apesar de ter pesquisado, não achei a quantidade exata de cada cera na composição, mas o importante é que, sendo 100% vegetal, ela não emite substâncias tóxicas e nocivas à saúde durante a queima.

Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas

A cera tipo coco T-02 é super macia e bem gordurosa. Ela não tem cheiro algum, vem em bloco, mas é possível cortá-la com muita facilidade com uma faca. Fiz testes com ela pura e consegui uma vela razoável, mas associada com a cera de palma a textura ficou perfeita.

Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas

Há outras ceras vegetais que não vou abordar nesse post como a de arroz, de carnaúba e a de abelha, mas também são opções para a produção de velas naturais, de queima limpa e que não trazem riscos à saúde.

Vale lembrar que nesse post estou falando das ceras tipo coco T-02 e de palma, que foram as que testei e deram certo pra mim. Não adianta você comprar cera de soja, usar cera de palma pura, etc e esperar o mesmo resultado, mesmo que faça o processo inteiro igual. As ceras vegetais são muito diferentes entre si, tem particularidades e os resultados finais são bem diversos.

Se você quer seguir esse passo a passo e ter esse resultado use a mesma mistura que usei e mesmo assim podem ter diferenças significativas.

Eu testei bastante, pesquisei, cometi muitos erros, e mesmo assim ainda não está perfeitinho. Então talvez seja o mesmo com você, mas espero que esse post ajude na sua experiência e minimize a quantidade de tentativas que você precisará fazer para chegar no resultado que quer.

Material

– 3/4 de cera tipo coco T-02;

– 1/4 de cera de palma;

– Pote de vidro, alumínio ou cerâmica para a vela;

– 2 panelas ou uma panela e uma leiteira para derreter em banho-maria;

– Espátula de silicone ou colher de pau;

– 1 par de hashi, palitos de sorvete, palitos de churrasco ou pregador;

– Giz de cera da cor de sua preferência (opcional);

– Essência para vela, que deve ser à base de óleo, então o ideal é comprar as específicas para vela (opcional);

– Flores secas (opcional).

Quantidades

Ceras tipo coco T-02 e de palma: para saber a quantidade que será usada de cera há duas opções, medir com balança ou sem balança.

Para medir com balança basta pesar o recipiente vazio, usar a função tara (T), depois encher o recipiente de água e multiplicar o resultado em gramas (ou outra medida que você estiver usando) por 0,9 e você encontrará a quantidade total de cera que deve usar. Depois é só fazer a proporção entre as ceras tipo coco e de palma.

Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas
Pote com água para medir quantidade de cera

Para medir sem balança deve-se ter em mente que o total de cera será duas vezes a medida do recipiente que será preenchido. Para usar na mesma proporção que eu, 3/4 de cera tipo coco T-02 e 1/4 de cera de palma, basta encher metade do recipiente com cera de palma e essa medida corresponderá à 1/4. Depois encha uma vez o recipiente inteiro com cera tipo coco, depois mais metade do recipiente com essa cera, que no total corresponderá à 3/4.

Giz de cera: é opcional e serve para deixar a vela colorida. A quantidade depende da coloração que você deseja, então não há regras. Tenha em mente que ele tende a ficar bem mais claro quando a cera solidifica. Vá fazendo testes.

Essência: é opcional e deve ser usada de 6 a 10 % da quantidade de cera. Assim como o giz é necessário testar o que fica bom pra você. Eu gosto de usar 10%. Nesse caso o ideal é ter uma balança, porque fica difícil achar uma medida só olhando o volume do recipiente. Se tentar colocar sem uma medida exata corre o risco de jogar essência fora e não sentir cheiro nenhum ou colocar muita essência e prejudicar o desempenho da vela na hora de secar ou quando acender.

Como Fazer

Meça as quantidades de cera, corante e essência necessárias. Coloque apenas as ceras na panela para derreter em banho-maria e reserve os demais materiais.

Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas
Ceras tipo coco T-02 e palma derretendo juntas

Vá mexendo de vez em quando, de forma lenta, até derreter completamente. Não coloque fogo alto, tenha paciência e deixe derreter devagar. Não saia de perto em hipótese alguma, se precisar sair, mesmo que seja rápido, desligue o fogo. A cera é altamente inflamável!

Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas

Quando a cera estiver totalmente derretida, acrescente o giz de cera. Mexa bem para o giz derreter e a cor se misturar ao líquido. Logo em seguida desligue o fogo.

Mergulhe o ilhós do pavio na cera e coloque o mais centralizado possível no fundo do recipiente.

Coloque o pavio entre os hashis, palitos de sorvete, de churrasco ou o pregador para manter no centro.

Misture a essência, mexendo por volta de um minuto, caso deseje uma vela aromatizada.

Logo em seguida coloque a cera no pote. Despeje lentamente e próximo ao pote. Não despeje muito do alto e nem rápido demais.

É importante que o recipiente já esteja no local que ficará até a vela solidificar completamente. O recipiente, depois que for colocada a cera derretida, não deve ser movido de lugar.

Se for usar flores ou ervas secas, espere até a superfície da vela estar solidificando nas laterais, com o meio ainda levemente líquido para colocar. Coloque sem apertar, apenas deixe cair e elas vão afundar um pouco.

Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas
Vela aromatizada com essência de chá branco, pigmentada com giz de cera e decorada com pétalas de primavera e gerânio

Depois basta esperar solidificar.

Velas de Cera Vegetal com Flores e Ervas Secas
Vela aromatizada com essência de capim limão e decorada com pétalas de gerânio, durante a queima

Recomendo esperar pelo menos 2 dias para acender a vela.

Informações Importantes

Nada do que for usado para a fabricação de velas deve ser reutilizado para outro fim.

Muito, muito, muito cuidado com as ceras e isso vale para ceras vegetais de qualquer tipo e parafina também. Elas são inflamáveis, então todo cuidado é pouco. Jamais saia de perto quando estiver derretendo, em hipótese alguma!!! Também acho que o melhor é derreter em banho-maria, mais seguro, e caso escorra cera na leiteira ou panela limpe imediatamente com papel toalha e não coloque próximo ao fogo. Depois que derreter desligue o fogo imediatamente.

As ceras tipo coco T-02 e de palma não servem para fazer velas desenformadas, só devem ser utilizadas para fazer velas dentro de recipientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *