A Evolução da Estufa
Pouco Espaço Boas Soluções

A Evolução da Estufa

Todo ano eu monto uma estufa quando começa a esfriar em SP. Esse ano eu queria aprimorar minha estufa para algo seco ao invés de usar o bom e velho aquário com água e um termostato para manter a temperatura ideal para germinação. Usando uma estufa seca eu poderia manter as mudas nela depois de germinadas, além de ser bem mais leve e de mais fácil manutenção do que o aquário.

Obviamente fui pesquisar modelos de estufa e como fazer a montagem e cheguei a esse site, que foi o que mais me inspirou: http://www.tudoemvolta.com.br/2013/11/estufa-agricola-plantas-eletrica-caseira.html. Meu projeto não ficou nem próximo de ser tão completo e bem feito quanto o dele, mas o passo a passo que ele fez e as dicas que ele deu me ajudaram bastante.

Como se pode ver o autor da obra prima do site é um pimenteiro. Aliás, as melhores dicas sobre montagem de estufas e germinação se encontra nos fóruns de pimenteiros ou nos de maconheiros. Sim, existem fóruns de maconheiros e existem muitos caso você nunca tenha visto um.  Apesar de eu não ter o menor interesse em cultivar maconha, tenho que reconhecer que os caras são ótimos jardineiros, super dedicados e fazem projetos fantásticos e por isso esses fóruns são uma ótima fonte de pesquisa também.

Depois de pesquisar muito, comprar o material todo, ainda demorei para fazer a montagem completa porque nunca dava tempo, mas aproveitei o feriado da páscoa e ela finalmente ficou pronta. Agora vim mostrar como montar a estufa e os ótimos resultados que consegui com ela.

Material

– Caixa de plástico ou isopor;

– Um bocal para a lâmpada;

– Parafusos e porcas;

– Um fio, de preferência com interruptor (esse só achei em loja de lustres);

est_14

– Fita isolante (para a ligação do fio ao bocal);

– Lâmpada fluorescente de luz branca (a potência da lâmpada vai depender do tamanho da caixa);

– Papel alumínio;

– Termômetro (em lojas de aquário);

– Timer (em lojas de aquário);

est_06

– Durex (para dar acabamento ao forro de papel alumínio);

– Adesivos super fofos para decorar (opcional, obviamente);

est_00

Montagem

Comprei na Kalunga uma caixa de plástico como as que usei no minhocário, só que maior. Queria uma caixa mais alta, mas não achei, então fiquei com essa mesmo. Nela cabem 15 copos, o que pra mim é mais do que suficiente, considerando o espaço que tenho.

Para fazer meu projeto adaptado comprei também um bocal para acoplar na tampa. Já vi algumas estufas nas quais foram usadas luminárias de mesa apoiadas no fundo da caixa, mas preferi o bocal na tampa, apesar de dar mais trabalho, porque achei que ficaria mais bem feito.

est_01
Bocal já instalado na tampa

est_02

Ao instalar o bocal é necessário fazer furos na tampa da caixa para a passagem dos parafusos e do fio de ligação. Normalmente o bocal vem apenas com os parafusos, mas precisei de porcas para segurá-lo na tampa. Além disso comprei um fio que já vem com interruptor, que liga a estufa à tomada.

est_03
Tampa da estufa com o bocal instalado

est_04

 

est_07
A estufa funcionando com o bocal instalado na tampa fica bem apresentável

Eu não ia usar papel alumínio e o primeiro teste da estufa foi sem ele, como se pode ver na foto acima. Eu estava usando uma lâmpada de 25W, equivalente a uma de 100W, e a temperatura se manteve em 30 graus. Mas pesquisando, vi que era melhor usar o papel alumínio e forrei toda a caixa com ele, inclusive a tampa, com a parte brilhante do papel voltada para dentro. Porém, com o alumínio a temperatura na estufa subiu para 40 graus, então tive que trocar a lâmpada por uma de 8W, que manteve perfeitamente a temperatura entre 28 e 30 graus.

est_08
Estufa forrada com papel alumínio
est_09
Tampa da estufa forrada com papel alumínio

O tamanho da caixa é que vai definir a potência da lâmpada, que deve ser forte o suficiente para manter uma temperatura entre 28 e 30 graus e deve ser de luz branca.

Pode-se usar ou não o papel alumínio, mas eu preferi minha estufa com ele. Deu muito trabalho para forrar a estufa toda, mas valeu a pena. Minhas sementes estão germinando, as mudas que já nasceram estão lindas e é isso que importa.

est_10
Interior da estufa forrada com papel alumínio

est_11

Minha sugestão é que seja feito um teste antes de colocar os vasos ou copos para germinação.  Se eu tivesse feito isso não teria que deixar minhas sementes passarem a noite no frio para não cozinharem dentro da estufa.

Deixe tudo funcionando e o termômetro em cima de um vaso de plástico, só para não ficar diretamente em contato com o papel alumínio. Observe um dia inteiro as variações de temperatura e só quando tiver certeza que está sendo mantida a temperatura ideal, que deve variar entre 28 e 30 graus, coloque os vasos com as sementes.

est_13
Estufa decorada com os adesivos

Durante a fase de germinação estou deixando a luz ligada 24 horas para manter a temperatura ideal de forma constante. Quando já tiver todas as germinações pretendo reduzir a iluminação, e nessa fase é que vou usar o timer, que liga e desliga automaticamente a lâmpada conforme a programação feita.

Algumas sementes já germinaram. A bela manhã acordou depois de apenas 2 dias na estufa e está crescendo super saudável. Aliás eu sempre perdia minhas mudas de bela manhã ao longo do crescimento porque elas são muito sensíveis, mas na estufa elas parecem estar se desenvolvendo melhor.

est_12

O próximo passo para aperfeiçoar minha estufa seria a instalação de coolers, mas isso talvez eu faça na próxima temporada outono/inverno.

41 respostas para “A Evolução da Estufa”

  1. Bom dia
    Gostei muito do modelo de estufa. Simples e barato.
    Estou montando uma.
    Uma dúvida, por favor? Uma não, tres.
    . Os copinhos dentro da estufa são furados?
    . Quando a temperatura externa a estufa está próxima de 28º voce mantém as mudas
    na estufa com a luz apagada?
    . Voce já teve alguma experiencia com sementes de suculentas coloridas? Essas que vemos
    propagando no Mercado Livre. Parece que as importadas da China não são boas.
    Meu nome é Antonio e moro em Juiz de Fora – MG
    Um abraço
    Obrigado

    1. Antônio os copinhos podem ser furados ou não , eu prefiro e recomendo que você fure. Quando à temperatura depende, se estiver oscilando eu deixo na estufa, mas se estiver em torno de 28 e mais estável, mais para valor do que para Frio, eu deixo fora. Eu já comprei sementes de suculenta no eBay e nenhuma germinou rs. A única que tive sucesso foi a aloe, mas foi uma compra diferente, recente e numa loja online aqui no Brasil, não foi mercado livre.
      Abraços Floridos

    1. Denise você escolhe a potência pelo tamanho da estufa e distancia da lâmpada em relação às plantas. Há quem use Led , eu nunca usei então não posso dizer. Mas gosto das fluorescentes e você pode usar inclusive lâmpadas que são próprias para plantas , mas são bem mais caras.
      Abraços Floridos

  2. Ai Bruna, tô num veneno, mas num veneno com esse frio que resolvi fazer uma estufa, fui pedir ajuda pros maconheiros, mas os projetos deles sao super caros aó como sempre encontrei a solução aqui! 😛

    Bom, qual foi o resultado que vc teve com essa estufa? foi legal?

    Resolvi ampliar minha horta, minha pretensão é nao mais comprar salada no mercado. Mas aí o tempo virou, nem alface regina ta germinando! Vou tentar o mix de técnicas de geminação e a estufa.

    Quanto tempo posso deixa-las dentro da estufa? pode ser até uma época para transplantar? Vi que o povo da maconha e o pessoal que mora em lugares frios criam as plantas ate dar o ponto de colher e talz..

    obrigada!

    1. Denise você pode cultivar até o ponto de colheita, mas pra isso precisa de uma estufa bem mais elaborada do que essa que uso. Sugiro que apenas germine na estufa e retire. Quanto mais tempo ficarem na estufa, mais difícil será adaptar fora dela depois. Eu também já estou usando a estufa para germinar, mas logo que surge o broto eu retiro e planto na varanda onde pega sol da manhã. Como o sol está fraco é o ideal para as mudas recém germinadas.
      Abraços Floridos

  3. Bruna, comprei uma mini estufa germinadora com uma tapete termico, com as espumas fenolicas e tudo.
    Resolvi germinar sementes de thumbergia alata, deixei as espumas umidas, coloquei as sementes e acredito que fiz o todo o procedimento, acompanhando se as espumas ficariam sem água. Porém ao final de 20 dias, nao obtive sucesso. Voce tem ideia do que pode ter ocorrido? A questao da iluminaçao?
    Obrigado
    Erico

    1. Érick eu nunca tentei germinar thunbergias, mas pode ser que seja uma semente mais difícil, pode ser que as sementes estivessem velhas demais, se comprou online isso é muito comum. Se você considera que fez tudo corretamente sugiro tentar alguma semente que seja de fácil germinação para testar o seu procedimento como manjericão, ipomeias, etc. Talvez essa espécie precise de estratificação ou tenha um tempo maior de germinação, o ideal é pesquisar especificamente sobre ela também.
      Se você tentar outras sementes como essas que mencionei e mesmo assim não der certo me mande fotos e tento ajudar.
      Abraços Floridos

  4. Olá Bruna..tudo bem?
    Olha descobri seu Blog não faz muito tempo e estou adorando..sempre entro e fico lendo um pouco de tudo.E tiro muitas dúvidas.
    Bom eu sempre gostei de plantas no geral,sabe Bruna?!E como passei por um tratamento sério nos últimos 10 meses..fiquei sem poder sair de casa,aí comecei a fazer cultivo de algumas plantas.Só que moro em uma casa que não tem terra,então planto tudo em vasos ou floreiras.Tenho algumas plantas como flores,manjericão e hortelã.As dúvidas sempre existem né?!..Difícil não tê-las..Porém aqui no seu Blog eu consigo saber muita coisa com as postagens..
    Mas ainda não li sobre o que estou com dúvidas hoje..é o seguinte: queria saber porquê é tão difícil que as orquídeas floresçam e as tbm as sementes de flores em saquinhos..Nessas percebo que precisar usar terra leve ,como areia,né?
    Aguardo sua resposta.
    Obrigada.

    1. Léa orquídeas não são minha especialidade, mas posso dizer que a maioria só floresce uma vez por ano mesmo. Quanto às sementes de saquinho com poucas eu tive dificuldades, a maioria germina e dá flores com certa facilidade. Me diga exatamente o que ocorre com as suas e tento ajudar. 😉
      Abraços Floridos

  5. Olá Bruna,
    Não sei se vc se lembra, mas em 2014 trocamos algumas sementes. Acho até que já vi netinhas aqui no blog. Rsrsrs. (sou o Pablo de Juiz de Fora-MG) e desde então acompanho seu trabalho por aqui. Neste inverno farei uma estufa inspirada na sua pq aqui em JF a temperatura além de baixa varia muito em um mesmo dia. Espero conseguir bons resultados!
    Quando estiver pronta te mando fotos!
    Abraço!

    1. Provavelmente postei fotos das suas netas aqui, adoro exibir as plantas kkk. Espero que dê certo a estufa e qualquer dúvida estarei à disposição.
      Abraços Floridos

  6. Legal o seu blog.
    Eu moro num ap e estamos iniciando uma mini horta.
    Recenteme te adquirimos várias sementes e vamos começar o processo de germinação e etc. Achei legal as suas dicas, apesar que por morar em João Pessoa, não precisaremos de estufa. Calor demais aqui. Kkkk

  7. Olá Bruna, muito legal a sua técnica. Gostaria de saber o seguinte: Qual o momento que você remove o plástico filme? Posso deixar a lâmpada ligada 24hs para manter a temperatura? Obrigado.

    1. Alexandre eu removo quando as mudas atingem a altura do plástico. Você pode sim deixar 24hs, mas não é bom manter as mudas muito tempo na estufa depois de germinadas, quanto mais tempo passam na estufa menos resistentes ficam e podem sentir muito ao serem trocadas de local.
      Abraços Floridos

  8. Oi Bruna, amei tua dica da estufa,moro no sul e aqui a estufa é essencial. Esse ano me obriguei a fazer uma pq o inverno está muiito umido e nada germina,muito triste isso. Mas estou com um problema. Fiz uma estufa igual a sua e coloquei uma lâmpada de. 20w mas n consigo atingir nem 25 graus. A estufa está toda revestida com papel alumínio. Tu saberia me dizer pq?

    1. Angélica pode ser que esteja muito frio e a lâmpada não esteja dando conta. Se a estufa estiver com temperatura por volta de 23 graus já dá germinar bastante coisa, só vai demorar um pouco mais. Você pode aumentar a potência da lâmpada, mas deve observar a temperatura sempre que possível no começo para ver se não está elevada demais.
      Abraços Floridos

  9. Boa tarde Gostei muito das dicas, Mas eu estou pensando em fazer uma estufa para Coentro, Alface e etc. A temperatura é a mesma de 28 Graus ?

  10. Oi, Bruna!

    Parabéns pelo blog, amei muito!
    Tenho algumas dúvidas e gostaria muito que vc me ajudasse. Em primeiro lugar, podemos dizer que a semente germinou a partir do momento em que ela começou a sair da terra? Devo deixar a sementeira em contato com luz indireta antes mesmo de a semente germinar, ou antes disso não é necessário? E a partir de quando eu posso deixar a plantinha tomar sol direto, em caso de hortaliças? Logo após o transplante? Se eu for improvisar uma estufa com plástico filme, devo retirar o plástico nos momentos em que a plantinha for tomar luz? Gostaria de saber, também, até quando eu devo manter as plantinhas na estufa, em épocas de frio. Depois de quanto tempo eu posso dizer que ela é forte o suficiente para não precisar mais da estufa? Após o transplante? (Também no caso de hortaliças). Ou ela deve permanecer nesse ambiente até o tempo ficar mais quente?
    Desculpe pela enxurrada de perguntas, mas tenho muitas dúvidas, e vc é muito esclarecida sobre o assunto, além de ser bem gentil bem disposta a ajudar.

    Desde já, grata,

    Jéssica

    1. Jéssica deixa eu ver se consigo esclarecer suas dúvidas nem que seja parcialmente, rs. A sementeira deve ficar desde o momento do plantio em local com luz indireta e deve ser mantida assim até a muda estar resistente o suficiente para ser transplantada. O momento de tomar sol depende de cada planta, da época do ano, o ideal é analisar cada caso. Eu espero por volta de 30 dias, mas depende da planta e do crescimento da muda, se acho que mesmo passados 30 dias ela ainda está frágil para ir para o sol (especialmente se for primavera ou verão) mantenho à meia-sombra por mais algum tempo. Se a planta está na estufa na fase de crescimento logo após a germinação deve pegar no máximo sol da manhã e não precisa retirar o plástico. Se você se refere a apenas cobrir o vaso com plástico filme eu retiro o plástico assim que a muda toca nele. Se refere-se à estufa fechada como a do post, eu uso apenas para germinar por causa do frio e mantenho as mudas nela somente até abrirem as primeiras folhas, depois já retiro.
      Abraços Floridos

    1. Raquel eu não tenho experiência com couves, mas isso pode ser um sintoma de falta de luminosidade. Experimente trocar a muda de local e colocar onde ela pegue sol da manhã.
      Abraços Floridos

    1. Olá Rafael! Faz tempo que fiz a estufa, mas acho que não gastei mais de R$70,00 para fazer. Não saiu caro e vale a pena, porque sem ela eu não conseguiria germinar nada nessa época do ano.
      Abraços Floridos

  11. Olá Bruna,
    Muito legal o seu blog. Considero que foi um grande achado para minha horta.
    Construí minha estufa assim como a do post. Só estou com uma dúvida: qual termômetro devo usar? Vi pelas fotos que você mantêm dois dentro da caixa. Devo fazer o mesmo? O que você recomenda?

    Obrigada por toda contribuição até agora e, como leitora, recomendo: continue em frente!

    1. Olá Bhárbara! Os dois termômetros foi acaso, é necessário um só. Tinha colocado um, mas fiquei em dúvida sobre a precisão e coloquei outro para ter certeza. Eu uso termômetro de aquário mesmo. Em lojas de animais que vendam peixes você deve encontrar.
      Abraços Floridos

    1. Olá Weder! Nunca ouvi falar sobre o uso de sulfite em estufas. O que sempre vi sendo recomendado foi o alumínio. Quando o alumínio detonar mais vou tirar e testar com sulfite.
      Abraços Floridos

  12. Ola. Qual a dimensão da caixa? Gostaria de fazer uma assim pra eu germinar cactos. Os meus estão em um aquário com plastico filme, mas o tempo está oscilando demais. Depois de germinados deixo quanto tempo a luz ligada (aciono o timer pra quando)? Voce já usou aquela lâmpada Sylvania Grolux que também se usa em aquário? Dizem que é ótima para germinação. Obrigada.

    1. Olá Gabriela! A dimensão da caixa deve ser a que for suficiente para você. A partir da dimensão da caixa que você escolher é que vai definir a iluminação. Pode deixar de 8 a 12 horas dependendo da iluminação que você utilizar. No início você vai ter que testar até encontrar a lâmpada ideal, o tempo de iluminação ideal, etc. Aos poucos você vai ver o que funciona melhor. Nunca usei essa lâmpada na estufa porque o esquema elétrico teria que ser outro, mas normalmente essas lâmpadas específicas para aquários plantados são excelentes.
      Abraços Floridos

  13. Cara Sonia, quanto vc. cobra p/ fazer uma estufa dessas? Gostaria muito que voce fizesse uma p/ mim. Quanto fica p/ fazer ?Envia o valor p/ mim, mais as despesas de envio, poderíamos negociar.

  14. Olá Bruna, tudo bem?
    Já tentei germinar minhas sementes de pimentas de várias maneiras, mas nenhuma deu certo. Tenho cerca de 30 tipos de sementes, e as únicas que deram certo foram as Habanero e a Salar.
    Já tentei no algodão, no substrato coberto com filme PVC, mas nada.
    Qual maneira você indica eu tentar?
    Att.,
    Rafael Bolzan

    1. Olá Rafael! Tanto no algodão quanto no substrato coberto com plástico filme funciona muito bem. Se elas não germinam pode ser porque o substrato ou algodão secou demais (desidratou as sementes) ou ficou úmido demais (apodrece as sementes, no algodão dá pra ver claramente porque ficam escuras). Caso você tenha feito tudo certinho da germinação, mesmo assim pode ser que ela não ocorra se as sementes forem velhas e pimentas são muito difíceis de germinar de sementes antigas, devem ser o mais frescas possível. Além disso pode ser a temperatura, abaixo de 25 graus as pimentas ou não germinam ou só germinam quando esquenta de novo, o que leva meses se você está no início do inverno em SP por exemplo. Por isso faço a estufa todos os anos, principalmente pelas pimentas e tomates. Já tenho mudas de tomate carolina e green zebra na estufa e pimentas aji fantasy e trinidad perfume germinadas, sem a estufa eu jamais conseguiria essas germinações nessa época do ano em SP.
      Abraços Floridos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *