Como Separar Mudas
Da Semente à Flor

Como Separar Mudas

Eventualmente eu me empolgo e planto mais sementes do que devia no mesmo vaso. Atire a primeira pedra quem nunca fez isso e ainda tenta se enganar pensando “vai que não nasce nenhuma” ou “vou plantar mais sementes porque poucas devem germinar”. Eu faço isso, não vou negar, e ainda tive a cara de pau de fazer um post falando para não fazerem isso. Faça o que eu digo, não faça o que eu faço. Mas eu sei fazer o processo de separação sem perder as mudas e sei o limite de sementes que posso plantar dependendo do tamanho do vaso. Pensando nisso fiz esse post para explicar quando e como separar as mudas sem causar danos.

A questão é fazer o errado, só que certo. Se eu vou plantar mais sementes do que devia no mesmo vaso faço isso de forma organizada. Algumas sugestões de plantio são: colocar 4 sementes, uma próxima a cada canto, ou cinco, uma em cada canto e mais uma no meio, ou fazer um círculo no vaso mas com alguma distância entre elas. Sugiro que não jogue as sementes no vaso aleatoriamente, nem coloque duas ou mais juntas, porque vai gerar o caos depois.

Como Separar Mudas
Usei palitos de dente para exemplificar como as sementes ficariam no vaso. Nesse caso 4, uma em cada canto
Como Separar Mudas
Cinco sementes, uma em cada canto e uma no meio
Como Separar Mudas
Sementes dispostas em círculo

Depois que as sementes começam a nascer, caso germine mais de uma, analise se o vaso terá capacidade de abrigar as que germinaram.  No meu caso a resposta é sempre negativa, então separo as mudas.

Como Separar Mudas
O excesso de mudas no micro vaso

Espere uma lua crescente ou cheia para fazer isso e faça sempre no final da tarde, exceto se for um dia chuvoso, sem sol.

Para separar as mudas eu retiro todo o substrato do vaso de forma que ele saia inteiro. O ideal é regar um pouco, deixando o substrato levemente úmido para facilitar. Não tente usar uma pá ou colher para tirar as mudas individualmente do vaso, porque as chances de danificar as raízes são grandes. Então use a pá ou colher apenas para soltar o substrato das laterais do vaso e do fundo, então despeje com cuidado sobre alguma superfície que pode ser uma mesa ou no chão mesmo. Coloque o vaso de lado para retirar o substrato para evitar que as mudas caiam e quebrem.

Como Separar Mudas
Substrato úmido retirado do vaso quase inteiro

Como Separar Mudas

Depois de tirar o susbtrato não tente puxar as mudas, apenas passe delicadamente as mãos pelo substrato indo e voltando, fazendo movimento de rolar.

Como Separar Mudas

Como Separar Mudas
Separando as mudinhas

As raízes aos poucos vão se soltar e será possível ver claramente onde começa uma e termina a outra.

Como Separar Mudas

Como Separar Mudas
Mudas completamente separadas e com as raízes preservadas

Separe as mudas e plante uma em cada vaso.

Como Separar Mudas
Cada uma no seu quadrado

Use a técnica do plástico filme ou da estufa com algum plástico bem transparente na primeira semana e não deixe o vaso no sol por pelo menos 15 dias.

15 respostas para “Como Separar Mudas”

    1. Josué a estufa mantém a umidade, então é bom usar sim, mas mantenha em local mais fresco sem nenhuma incidência de sol para não matar as sementes e abra todos os dias, mais de uma vez se for possível, para não abafar demais.
      Abraços Floridos

  1. Oi, achei seu blog hoje, quando já estava ficando desesperada para recuperar meu pé de tomate, agora estou cheia de esperança! Bom em outra jardineira 50x30cm (aproximadamente) , plantei sementes de tomate cereja, e germinaram quase todas, mas fiz pensando que “virariam um pé de tomate só”, não vai funcionar assim né?! Tenho que separar mesmo? Ahhh, vc escreveu “Espere uma lua crescente ou cheia para fazer isso”, é verdade essa questão de lua ou só uma brincadeira? Abraços

    1. Flávia cada semente dá um pé de tomate e todas juntas elas vão atrapalhar o crescimento uma das outras, então eu sugiro que você separe sim quando estiverem com um tamanho adequado. A questão da lua é séria sim, rs, veja o post “Fases da Lua”.
      Abraços Floridos

  2. Boa tarde Bruna…

    Fiz a técnica do papel toalha e germinei morangos e pimentões… usei a técnica da estufa num pote plastico com tampa.

    Todas praticamente germinaram… Pimentão em 4 dias e os morangos em 10 dias.

    Deixei ainda mais 1 semana no papel toalha e plantei todas em copos descataveis conforme aquela técnica com a pedras no fundo… e voltei a cobrir com plastico filme cada copinho…

    Deixei num local sem luz direta, porém quente (área do fundo de casa)

    Todas praticamente foram definhando e tenho apenas 03 morangos porém estão com os dias contados pela aparência =(

    Existe algum post sobre essa fase do transplante? fiz algo errado ?

    Agradeço desde já e super sucesso pra ti!
    Sou super fã do blog e sempre acompanho as dicas e técnicas!

    1. Fábio provavelmente está abafado e úmido demais por isso definharam. ; ( Você falou de pedras no fundo… Elas estão numa estufa? Se estiverem pode retirar porque isso pode ter contribuído. Eu só uso estufas quando está bem frio em SP e só uso para germinar, depois tiro. Mantenha as mudas nesse local, mas deixe sem plástico filme e fora da estufa. Tome cuidado com as regas tanto para mais quanto para menos.
      Abraços Floridos

  3. ola Bruna estou aqui babando e apaixonada pelo seu blog babando mais ainda pelas suas plantinhas e as pimentas entao sao lindas tentei plantar elas germinam lindas mas depois ficam meio esbranquiçadas e param de crescer pensei que fosse o tamanho do vaso pois vi numa horta umas plantadas num balde e estavam lindas ai plantei num balde tambem nao deu certo e tambem vi as suas num vaso pequeno e estao bem maiores que as minhas comprei pó de fumo mas ainda nao usei algumas pessoas dizem que tem que por no sol mas aqui em Ribeirao Preto é muito quente o mesmo acontece com o manjericao e o hortelã adoraria suas dicas! As suas explicaçoes sao muito boas! Parabens.

    1. Fabricia se ficam meio esbranquiçadas veja o post sobre o ácaro vermelho. Veja se são aqueles os sintomas. Se forem trate com enxofre dimmy como mostrei no post “Ácaros”. Eu não sugiro o uso de pó de fumo para suas pimenteiras porque provavelmente não vai tratar a causa do problema. Se você achar que não são ácaros vermelhos me mande um e-mail com fotos e tento te ajudar a identificar.
      Abraços Floridos

  4. Adorei todas as dicas.
    Uma dúvida: Vc costuma plantar mais de uma semente na mesma cova? Recentemente comprei algumas sementes de berinjela e a orientação era de que fosse semeado 3 sementes por cova, para germinação….
    Outra duvida que tenho em relação a germinação é sobre onde devo deixar as sementes. Sei que algumas plantas tem suas particularidades, mas de modo geral, não sei se é melhor deixar as sementes na sombra para germinarem, se deixo tomarem um pouco de sol…… È minha primeira tentativa com as sementes de berinjela e isso tem me gerado mtas dúvidas!
    Obrigada 🙂

    1. Eu sempre planto apenas uma sementes por cova, mas já vi indicações para plantar mais de uma, com as próprias cenouras encontra-se essa indicação, mas prefiro não fazer dessa forma. Para germinar eu sugiro deixar sempre à meia-sombra, muita luminosidade, mas sem sol. Como as sementes precisam de umidade para germinar deixá-las no sol vai fazer com que o substrato seque muito mais rapidamente e isso pode prejudicar a germinação. Deixe à meia-sombra e quando germinar você pode até colocar no sol da manhã.
      Abraços Floridos

  5. Oi Bruna, raramente comento em blogs mas precisava te parabenizar pelo trabalho! Estava querendo tirar uma dúvida sobre o kit de trevo de 4 folhas e cai no seu blog. Quando vi estava aqui há 1 hora e meia! Parabéns pela dedicação, os textos bem escritos e todos os detalhes!
    Felicidades com seu jardim! =)

    1. Obrigada Stéphanie! Espero que você tenha tirado suas dúvidas, mas caso precise estou à disposição seja através dos comentários ou por email.
      Abraços Floridos

  6. Oi Bruna….estou usando seu blog como referência. Estou montando um referente a hortas em ecossistema de restinga. Estou fazendo uma e a experiencia merece ser compartilhada…
    abraços verdes.
    Fernanda Lerner.
    o blog é Horta no Quinta da Praia. iniciei hj.

    1. Fernanda acabei de publicar uma nova página que fala sobre o blog e deve te ajudar. Fico feliz de saber que o blog está sendo uma referência para algo tão bacana. ; )
      Abraços Floridos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *