Projeto Horta na Varanda
Meu Jardim

Projeto Horta na Varanda

Eu já fiz um post imenso sobre como planejar uma horta, mas decidi publicar também como fiz o planejamento da minha humilde horta. Esse post vai ser mais teórico e serve de referência não só para hortas, mas para qualquer tipo ou tamanho de jardim. Fazer a análise do local é muito importante e vou mostrar como fiz na minha varanda passo a passo.

Horta na Varanda
Horta em vasos

Primeiro pensei no que eu queria cultivar, mas o pensamento é livre, já o espaço tem seus limites, então tive que reduzir minha imensa lista de desejos para o que eu poderia ter e que fosse efetivamente consumir. Como tenho espaço bem reduzido é melhor que seja bem aproveitado.

Quando decidi o que iria cultivar eu já sabia que algumas plantas poderiam não dar certo, que talvez precisasse de mais tempo para fazê-las dar certo ou poderia substituí-las por outras. De qualquer forma, o objetivo era que 90% dos vasos da varanda fossem ocupados por variedades da horta ou frutíferas.

Depois de organizar a varanda para conseguir mais espaço, era hora de decidir o local de cada variedade. Daquele momento em diante muito tempo se passou até que eu descobrisse quem ficava feliz em qual lugar, incluindo alguns fracassos pelo caminho, e mesmo já conhecendo as preferências da maioria das plantas que cultivo, minha horta muda o tempo todo. Sempre têm variedades novas e novidade em pouco espaço significa que alguém sai ou alguém muda de lugar. O importante é saber o que eu posso ter e em quais locais.

Para decidir onde colocar cada planta eu precisava analisar dois aspectos: sol e espaço (leia-se tamanho do vaso). O espaço que cada planta precisava era mais fácil de resolver adequando o tamanho do vaso. Já o sol era mais complicado porque dependia da incidência na varanda.

Incidência do Sol na Varanda
Esse esquema não é exato e muda dependendo da estação, mas durante a primavera e verão que são as estações de maior desenvolvimento das plantas a incidência do sol é mais ou menos essa

Com esse esquema como referência eu tinha algumas variedades limitadas a certos pontos da varanda. A grande maioria delas precisava de sol pleno, algumas ficariam bem à meia-sombra como algumas ervas e outras poderiam pegar sol por menos horas como as pimenteiras. Analisando dessa forma a varanda ficou assim.

Variedades da Varanda

É claro que ninguém precisa ser metódico a ponto de fazer esse planejamento todo, mas eu realmente tenho um rascunho da varanda com os vasos e as variedades que poderia cultivar em cada um. Isso é muito pessoal. O que eu realmente sugiro para todos é saber e anotar a incidência do sol no local onde se pretende cultivar algo, isso é fundamental e pode ser feito com um rascunho, uma foto, como for melhor e mais fácil. Podemos pensar que vamos simplesmente saber, mas acabamos esquecendo, principalmente se trabalhamos fora o dia todo e não acompanhamos as mudanças do sol no local.

Além de ter pouco espaço, eu tenho vasos grandes que ocupam muito do pouco espaço que eu tenho, mas eu queria cultivar algumas variedades em maior quantidade para ter mais consumo, então cheguei a conclusão que o jeito era encher o parapeito de vasinhos e plantar neles as que não precisavam de tanto espaço como o rabanete, algumas espécies de alface como o mimosa, agrião e rúcula.

Outra variedade que eu queria cultivar em maior quantidade eram as cenouras. Usei alguns vasos bem altos que eu tinha e posicionei na região de maior incidência de sol em cima de outro vaso que é bem maior. Nesse mesmo local pretendo colocar dois vasos com beterrabas, mas ainda estou aprendendo a cultiva-las.

Cenouras

A grande maioria das variedades da minha horta eu replanto periodicamente. Alfaces eu replanto sempre que transplanto uma muda para o vaso definitivo. Cenouras, rabanetes e ,espero, beterrabas replanto assim que tiro para consumir. Planto mais sementes de tomates assim que percebo que a muda começou a secar. Pimentas e demais eu só replanto se alguma morre ou se quero experimentar uma espécie nova.

Eu gostaria de ter muitas outras variedades, mas estou satisfeita com o que tenho hoje. Eventualmente tenho na geladeira um pote com meu molho de pimenta preferido, feito com as pimentas da minha horta, quase todos os dias eu levo para o trabalho um potinho pequeno com salada colhida por mim, fora os tomates e frutíferas que posso saborear sempre que frutificam. Então apesar de ainda não ser a horta que eu gostaria de ter, já é algo, considerando que moro em apartamento e não tenho uma super varanda.

Salada

O projeto da minha (muito) humilde horta desde o início do planejamento até a colheita serve para mostrar que é possível sim ter uma horta em praticamente qualquer lugar e que pelo menos as folhas da sua própria salada é possível produzir.

17 respostas para “Projeto Horta na Varanda”

  1. Oi!!
    Se vc declara que é jardineira de APERTAmento e consegue cultivar e transformar essas maravilhas de plantas,fico imaginando a transformação de um jardim se morasse em uma chacara ou sitio .
    Confesso que começei á me empolgar ( ainda no nivel -1) depois que conheci o seu blog. O meu maior desafio é : disciplina+plantas+layout = harmonia.
    obs.
    Já esperimentou picles e tempura de shisso?

    1. Sergio eu fico muito feliz de saber que o blog te inspirou : ). No post Projeto Horta na Varanda eu mostro minha varanda completa, mas, apesar dos vasos não mudarem muito de lugar por falta de espaço rs, as plantas mudam muito. De qualquer forma eu levei anos para chegar em um layout que eu realmente achasse que estava ideal em termos de material usado nos vasos, cores, tamanho dos vasos, etc. Ainda quero fazer modificações na minha varanda, mas o posicionamento dos vasos não deve mudar muito. Recomendo muita pesquisa de imagens no google para ter boas idéias e pensar sempre em como aproveitar o máximo do espaço, inclusive vertical com treliças e vasos suspensos.
      Nunca experimentei o tempura de shisô, mas o chá e o suco são muito bons. Gosto especialmente de shiso batido com maçã ou abacaxi, fica delicioso.
      Abraços Floridos

  2. Bruna boa tarde conheci vc hoje através dos Hortelões Urbanos. Alguém postou seu blog sobre polinização
    Depois fui vendo outros posts e vi sobre sua horta em vasos. Que tipo de terra e adubo vc usa para cultivar sua horta em vasos? Tenho sempre problemas com a terra que preparo. Acho que para cada tipo de hortaliça ou frutíferas como tomate pimentão etc deve ser preparos diferente. E as raízes e tubérculos?
    Por favor se tiver alguma dica agradeço.
    Gratidão pelo seu blog. Maravilhoso!

    1. Lia eu uso substrato pronto biomix ou forth. Adubos uso húmus de minhoca e esterco basicamente. Uso esses elementos em todos os meus vasos de frutíferas. Para hortaliças, raízes e tubérculos não uso esterco, apenas húmus. Para algumas plantas faço misturas específicas como a rosa do Deserto e Flor de cera que tem areia na composição do substrato.
      Abraços Floridos

  3. A pouco tempo resolvi começar uma pequena horta com o meu filhote de 2 anos, pois ele ama ficar no quintal so que não sabia nem por onde começar descobri seu blog e estou amando aprendendo muito com você , muito obrigada por compartilhar com a gente suas experiências….

  4. Olá! Parabéns pelo site. Não sei se poderá me ajudar. Mas tenho um péd de acerola no quintal e ele só cresce pros lados e está ocupando muito espaço. Queria que ele crescesse e ficasse igual uma árvore. Ramos e frutos na parte superior. É preciso podar mas não sei que tipo de poda tenho que fazer pra ele ficar assim. Poderia me ajudar? Abraços !

    1. Mayara eu não tenho muita experiência com poda, mas a acerola realmente é muito ramificada. Não vou poder te ajudar nesse caso porque não tenho conhecimento suficiente pra te orientar. : (
      Abraços Floridos

  5. Excelente post, como sempre!
    Acho que minha horta vai fazer um ano, então ainda estou descobrindo o que vai pra frente e em qual janela, ainda estou construindo essa minha base de conhecimento, estou testando muita coisa, assim que acabar com os pulgoes, vou tentar cenoura de novo!

    1. Denise o caminho é esse, conhecer o local que você tem disponível e saber quem gosta de qual cantinho, rs. Boa sorte com a sua horta ; )
      Abraços FLoridos

    1. Diely seu blog está bem bacana, adorei o logo. : ) Desejo boa sorte no cultivo e qualquer dúvida estou à disposição.
      Abraços Floridos

  6. Que amor a sua horta!

    Confesso que tenho que me preparar psicologicamente para ler seus posts, porque sei que vou acabar morrendo de vontade de fazer igual.
    E infelizmente nem consigo manter vivos os temperos de mercado que vêm em vasos: tchau tomilho, hortelã (malditas moscas), manjericão…

    Só fiquei em dúvida com algo: algumas dessas plantas não vão ficar muito grandes? *imaginando a jabuticaba*

    1. Oi Fabi! Fico feliz de saber que sirvo de inspiração, RS. Mas aqueles temperos de mercado que vem em vasos devem ter o substrato trocado. Aquele substrato é horrível, encharca demais. Quanto a jabuticaba ela é híbrida, não fica tão grande não, a que fica enorme é a sabará. Essa minha tem quase 10 anos já. A amora e outras frutíferas também servem para vasos, mas eu cogito a hipotese de acabarem virando monstros, pouco provável, e nesse caso serão doadas para viverem felizes na chácara de alguém, rs.
      Fabi qualquer dúvida me escreva, se estiver com problemas com as plantas e precisar de ajuda estou à disposição. : )
      Abraços Floridos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *