O Cardápio das Plantas
Adubos e Fertilizantes

O Cardápio das Plantas

Quando as plantas estão em vasos tudo é limitado e elas dependem de nós para serem nutridas com adubo suficiente para o seu desenvolvimento, por isso é muito importante adubar as plantas periodicamente. Não vou negar que dá muito trabalho, mas penso que se é pra ter plantas que seja para cuidar da melhor maneira possível, oferecendo tudo que elas merecem ter.

Nesse post não vou explicar como adubar, nem com qual frequência porque já falei bastante sobre adubos no blog. Aqui vou mostrar a rotina de adubos que criei para as minhas plantas em função das espécies que eu tenho e espero que ajude quem ainda tem dúvidas.

Adubo de Plantio e Transplante

Quando faço o plantio de sementes eu uso chá de camomila na rega, que funciona como fungicida, e uso apenas húmus de minhoca como adubo nessa fase, fazendo uma mistura de substrato e húmus em partes iguais.

No transplante das minhas mudas, ou no plantio de mudas recém compradas, eu uso aspirina e adubos como húmus de minhoca, esterco bovino e, se tenho, torta de algodão e um adubo à base de algas. Uso uma parte de substrato para cada parte de húmus e duas de substrato para uma de esterco bovino. A quantidade dos outros dois adubos depende do tamanho do vaso.

pepino mexicano

Eu não meço nenhuma quantidade exata e não misturo antes. Primeiro eu faço uma camada de substrato e húmus e a altura dessa camada vai depender do tamanho do torrão com a muda. Essa primeira camada deve ter uma altura que deixe o torrão um pouco abaixo da boca do vaso. Antes de colocar o torrão adiciono uma ou meia aspirina de 500mg esmagada, dependendo do tamanho do vaso. Depois preencho ao redor do torrão com substrato e húmus e acrescento a torta de algodão e o adubo à base de algas, misturando tudo e deixando um espaço de 2 dedos abaixo da altura do vaso. Esses 2 dedos que restaram preencho com substrato e húmus apenas, sem misturar com o restante porque o adubo à base de algas pode atrair drosófilas.

Adubo Semanal

Para manter as plantas nutridas eu uso adubo líquido uma ou duas vezes por semana na rega. Tenho feito o adubo líquido apenas com húmus porque dá bem menos cheiro. O adubo à base de algas, a torta de algodão e a farinha de osso dão um cheiro muito forte e acho que só o húmus já faz um efeito muito bom.

Uma vez por semana também acrescento no regador a aspirina como mostrei na experiência que fiz com receitas de plantio, mas só faço isso se não usei a aspirina no transplante.

blueberry

Além do adubo líquido e da aspirina na rega, eu borrifo o leite diluído em todas as plantas uma vez por semana e especialmente nos tomates borrifo duas vezes por semana.

Adubo de Manutenção

Eventualmente, de 3 a 4 vezes por ano, eu acrescento adubo sólido nos vasos e também a aspirina. Quando faço isso retiro uma camada do substrato, a quantidade depende do tamanho do vaso, e reponho  com a aspirina e os adubo, usando a mistura de húmus e esterco, eventualmente também a torta de algodão e adubo à base de algas. Depois faço uma última camada fina de húmus e substrato misturados em partes iguais.

4 respostas para “O Cardápio das Plantas”

  1. Olá, boa noite … Meu nome é Raphael … Eu gosto muito de jardinagem … Tenho apego a plantas floríferas … Mas sou iniciante … Leio muito sobre as plantas que compro e cuido muito bem delas. Porém plantei essa onze horas em um vaso de parede .. E ela está ficando pendente, percebi que o caule principal está ficando com aparencia mais rústica em relação aos galhos que estão pendente … Será que o peso está influenciando ?! Ela pode morrer se ficar pendurada… Não encontrei nada sobre na internet… Abraços e obrigado… Parabéns pelo site … Estou seguindo as técnicas de plantio por sementes … Espero que dê certo.(te enviei a foto via instagram)

    1. Raphael eu não vejo problema nenhum em cultivar onze horas como planta pendente, deve ficar linda, aliás. O caule principal normalmente é diferenciado e à medida que a planta envelhece ele fica mais escuro e mais grosso mesmo. Só não pode ficar preto e apodrecer, porque nesse caso é excesso de água e a planta morre.
      Abraços Floridos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *