Turbinando os Defensivos com Álcool
Pragas e Doenças

Turbinando os Defensivos com Álcool

Eventualmente eu via variações de defensivos que eu já usava substituindo o sabão de côco por álcool, então um dia resolvi testar se o álcool funcionava e posso dizer que realmente fez diferença na eficácia dos defensivos que eu uso.

Turbinando Defensivos

Eu optei por não substituir o sabão no combo, então simplesmente acrescentei o álcool. Na mistura com enxofre não tive essa preocupação porque ela nunca foi feita com sabão.

Tanto em uma mistura quanto na outra eu acrescentei três tampinhas de álcool. Usei a própria tampa do frasco como medida para meus borrifadores de 300ml.

Turbinando Defensivos

Acrescentar essa pequena quantidade de álcool nos defensivos fez uma grande diferença, especialmente em relação às cochonilhas e aos pulgões, que consegui eliminar com mais facilidade.

Esse post foi breve, diferente dos posts enormes que eu costumo fazer, e a dica é simples, mas vale a pena testar.

8 respostas para “Turbinando os Defensivos com Álcool”

  1. Oi Bruna! Adorei seu canal! Vc explica com detalhes e responde sempre seus seguidores. Isso é fantástico!
    Eu moro em apartamento e fiquei fascinada em cultivar plantas. Na minha varanda tenho um vaso enorme de cimento com dois pés de árvores frutíferas, mamão e abacate mas na terra dela apareceu milhares de caramujinhos minúsculos e está espalhando para outros vasos tbm. O que me preocupa que meu pé de pimentão amarelo de 30cm murchou derrepende e não quer reviver , ele estava num vaso perto desse grande. Ele murchou tem 4 dias . Hoje replantei com terra vegetal adubada nova. E observei que 0na raiz dela estava alguns caracolzinhos agarrados. Isso é um tipo de cochonilha prego? Eu nem sei que praga é essa! Antes de aparecer isso, eu tinha uma planta comum que estava manifestada de cochonilhas brancas eu acabei com ela Pois ela estava morrendo e apraga estava atingido o pé de abacate e mamão. Tentei de tudo pra acabar com elas, mas foi em vão. Esses caracolzinhos são tão minúsculos e eles ficam na terra. Esse vaso pesa uma tonelada, não tenho como replantar pois o pé de mamão está com 1m e 20cm. E de abacate esta 50cm . Essas pragas se movimentam mais à noite. Coloquei casca de laranja como minha mãe falou e vi que estava cheio de baixo da casca.
    Me ajuda, eu não sei mais o que faço…Pois algumas plantas estão morrendo. E minha palmeira Raphis no outro vaso está secando toda! E tem esses bichinhos tb.

    1. Claudia esses caramujos são uma praga que se multiplica muito rápido e por ficarem na terra às vezes demoramos a identificar. Eu nunca precisei combater, mas já vi os danos que causam e sei que aparecem em quantidades absurdas nos vasos. O ideal é você trocar toda a terra desses vasos, pelo menos aqueles que conseguir trocar. Além disso é preciso eliminar os que ainda restarem, para isso há duas opções, fazer iscas para ir catando manualmente os que encontrar, pode ser a própria casca de laranja que você já usou entre outras opções naturais, ou colocar iscas químicas, que são mais agressivas, porém os eliminam sem você precisar ficar catando. Uma opção de isca é o ferramol, que é considerado natural e bem menos agressivo do que outras opções do mercado. Como nunca usei não posso falar sobre ele, mas é a opção mais eficiente.
      Abraços FLoridos

  2. Olá, Bruna! Amo o seu blog e sempre acompanho e sigo as dicas!
    Hoje quero te perguntar se você já ouviu falar ou se já usou naftalina para combater pragas nas plantas. Eu assisti a um vídeo e lá a jardineira enterrava uma bolinha de naftalina no vaso, prometendo que isso afastaria pragas, especialmente as maledetas cochonilhas.
    Um grande abraço,

    1. Ana eu particularmente não usaria. A naftalina é um veneno por isso mata as pragas, mas os gases que ela emite são muito tóxicos inclusive para nós e certamente também para as plantas a médio ou longo prazo. Eu não acredito que seja possível usar a naftalina sem afetar a planta e dependendo de onde for colocada a nós também, especialmente se for uma planta de consumo. Se você pretende usar recomendo que seja somente em ornamentais, em plantas usadas para consumo não. Mas isso é o que eu recomendo, sei que têm jardineiros que recomendam o uso dela, mas eu jamais usaria. Acho que vale a pena pesquisar sobre a atuação da naftalina para ver como ela funciona e poder optar conscientemente pelo uso dela ou não. : )
      Abraços Floridos

  3. Oi Raquel, tudo bem? Descobri seu blog quando fui pesquisar sobre as cochonilhas e fiquei admirada com tanto post legal, com tantas dicas boas e me deu até uma vontade de aprender mais sobre o assunto! Eu sou totalmente leiga, e fiquei desesperada quando notei os tais bichinhos brancos na Onze Horas (eu acho que seja onze horas, ganhei a muda de uma conhecida, e ela abre durante o dia e fecha a noite). Comecei a pesquisar e cheguei até você! Fiz o inseticida natural conforme vc indicou (água, óleo de neem, sabão de coco e álcool). Já apliquei 3 vezes e não notei nenhuma diferença.. ontem fiquei pensando, que como as folhas “fecham” a noite, se não seria isso que poderia estar dificultando o inseticida de chegar até os bichinhos… mas tambem cheguei a pensar: será que são cochonilhas mesmo? Enfim, não queria partir para o inseticida químico… será que devo aplicar mais vezes? E mais cedo, quando as folhas estão abertas? Obrigada!!!!

  4. Olá, eu acompanho seu blog há um tempo e adoro todas as suas postagens! Dessa vez vim aqui pedir uma ajuda… Tem um tempinho que uma folha de minha muda de pimenteira ficou estranha, começou ficando com a ponta como se estivesse queimada e depois surgiram manchas amarelas ao redor dela (vide foto da muda: http://tinypic.com/r/23uy9uq/9 e foto da folha: http://tinypic.com/r/x5r336/9 ). Eu pensei que fosse ferrugem, mas fiquei com medo de tratar sem ter certeza e fiquei observando por alguns dias, até que a folha caiu por livre e espontânea vontade. Bom, como outras folhas e nem plantas tinham sido afetadas, eu deixei isso para lá. Porém hoje (duas semanas depois daquela folha cair), uma outra folha está com os mesmos sintomas iniciais e estou com medo de perder minha pimenteira por causa disso! Você sabe como proceder? Não sei se é realmente ferrugem e se for, tratar com chá de camomila é efetivo? O que você acha que é e como tratar? 🙁

    1. Lorena isso não parece ferrugem, mas pode ser um fungo, não consegui identificar com certeza pela foto e há várias outras hipóteses. Me mande um e-mail, [email protected], relatando como a cultiva, em que substrato está plantado, quando rega, se pega sol, se usa adubos, etc. Com mais informações tentamos chegar a uma conclusão para você tratar sua Pimenta e não perder sua muda. : )
      Abraços Floridos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *