Orquídea Côco (Maxillaria Tenuifolia)
Orquídeas

Orquídea Côco (Maxillaria Tenuifolia)

 

A maxillaria tenuifolia também é conhecida como orquídea côco, por causa do aroma das suas flores. O cheiro não é super forte, mas consigo sentir ao abrir a porta da minha varanda que fica logo ao lado dela. Ao chegar mais perto da planta o aroma pode ser sentido com facilidade e é incrível como o cheiro realmente lembra muito o côco. É maravilhoso!

Orquídea Maxillaria Tenuifolia

Essa é uma espécie epífita, originária do México e América Central. Ela tem um aspecto bem diferenciado. É uma orquídea com pseudobulbos e de cada um deles sai uma folha bem fina e alongada. A planta em si, mesmo que só com a folhagem e sem flores, já é bastante interessante.

Orquídea Maxillaria Tenuifolia
Os pseudobulbos

Eu tenho essa maxilaria, e no meu caso é a variedade nigra de flores escuras, há quase 3 anos, mas só agora ela teve uma floração digna, com 5 botões florais.

Quando comprei essa muda ela era jovem e nunca tinha dado flores. Eu sabia que teria que ter paciência, então naquele momento só tentei deixá-la confortável em um local adequado para o cultivo.

Durante um bom tempo eu jurava que estava fazendo algo errado, porque ela mal crescia, não dava flores e eu não sabia muito o que fazer. Mudei de lugar, troquei de vaso, coloquei de volta no lugar que estava e pouco depois que eu simplesmente desisti vi um ramo diferente e era um botão!

Orquídea Maxillaria Tenuifolia
O início da floração

Quase infartei de alegria e namorei aquele botão dia após dia esperando abrir. Nossa como eu queria sentir aquele cheiro! A comprei justamente pelo aroma de côco. Essa primeira floração ocorreu mais de um ano depois de comprá-la, no fim de outubro de 2018, e foi apenas uma flor.

Percebe-se que eu precisei de uma boa dose de paciência cultivando essa mocinha linda e cheirosa, mas valeu a pena a espera.

Orquídeas de uma maneira geral não dão resultados rápidos como outras plantas, inclusive já fiz um post aqui no blog sobre plantas para pessoas ansiosas, mas elas tem seu encanto e vale a pena cada momento que esperamos pela floração.

Substrato

Para preencher o vaso usei como substrato uma mistura de musgo sphagnum, casca de pinus e carvão, tudo em partes iguais. Esse substrato deu bons resultados com várias orquídeas, entre elas as phalaenopsis, e é o que uso para a maxillaria, que vai muito bem.

Orquídea Maxillaria Tenuifolia

O musgo sphagnum eu compro separado, mas o carvão e a casca de pinus podem ser comprados já misturados, o que facilita bastante.

Essa minha muda já veio em um vasinho, apenas replantei em um vaso maior mantendo o substrato original, que parecia muito adequado, e completei com essa mistura que foi mencionada.

Vale dizer que os pseudobulbos devem ficar acima do substrato como na foto acima, jamais enterrados. Recomendo fazer uma pequena camada no fundo do vaso, posicionar a planta e ir completando o substrato ao redor, deixando-a o mais firme possível. Como o substrato é muito leve, ela não fica absolutamente estável, normalmente pende um pouco para frente, mas deve ficar firme o suficiente para as raízes não subirem e ela despencar da borda do vaso.

Sol

Essa orquídea não pega sol direto, talvez uma hora pela manhã, dependendo da época do ano, mas ela tem apenas claridade, muita claridade e vai super bem assim.

Orquídea Maxillaria Tenuifolia

Não recomendo que essa orquídea seja cultivada sob o sol, ela deve ser protegida para evitar danos à planta.

Rega

É importante manter os bulbos bem hidratados, por isso procuro manter o substrato úmido, sem exageros. O substrato encharcado pode apodrecer as raízes e matar a planta.

Como já é um substrato muito leve e com excelente drenagem ajuda bastante, mesmo assim deve-se ter cuidado para que o musgo não encharque.

Pragas

Essa minha orquídea nunca teve pragas. Absolutamente nada. Nem quando minhas phalaenopsis tiveram cochonilhas ela se abalou.

Orquídea Maxillaria Tenuifolia

Caso a sua apresente algum tipo de praga sugiro a leitura do post Guia de Defensivos Naturais, que irá ajudar na identificação e combate.

Floração

A floração da maxillaria tenuifolia ocorre na primavera. A minha muda não floresceu no primeiro ano depois que a adquiri. No ano seguinte floresceu no fim de outubro, mas com apenas uma flor. Esse ano, 3 anos depois que a comprei, ela novamente começou a soltar seus botões florais no fim de outubro, mas agora foram 5.

Orquídea Maxillaria Tenuifolia
A cor da flor sem luz do sol direta
Orquídea Maxillaria Tenuifolia
A cor da flor com sol

As flores dessa espécie aparecem em curtas hastes que saem entre os pseudobulbos e tem por volta de 4 cm de diâmetro. Como a minha é da variedade nigra, as flores tem coloração vinho bem escuro, quase amarronzada.

Essas flores duram bastante, a da floração anterior durou quase um mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *