Cochonilhas
Pragas e Doenças

Cochonilhas

Existem inúmeras pragas que podem aparecer em nossos jardins, mas uma das mais comuns e difíceis de erradicar são as cochonilhas.

Antes de começar a falar sobre como combatê-las vamos pelos menos saber um pouco mais sobre elas.

Acredite ou não nós freqüentemente comemos cochonilhas nas nossas refeições porque elas produzem uma substância chamada ácido carmínico que é usada como corante vermelho na fabricação de vários produtos alimentícios. Esse corante especificamente é extraído da fêmea da cochonilha do carmim, Dactylopius coccus. Se você não crê no que está lendo veja os ingredientes de algum caldo de galinha desses da Knorr ou Maggi da vida.

As cochonilhas pertem à família Coccoidea e se alimentam da seiva das plantas e normalmente onde há cochonilhas há formigas, porque elas secretam um substância derivada da seiva que é adocicada e atrai as (não tão bem-vindas) formigas. Além de atrair formigas essa substância pode facilitar o desenvolvimento de fungos na planta.

Existem inúmeros tipos de cochonilha e elas podem ser muito distintas umas das outras. Eu mesma levei um bom tempo até descobrir que uma praga que apareceu nas minhas plantas era só mais um tipo de cochonilha porque era bem diferente das que parecem um tufinho de algodão, que são as mais comuns.

Cochonilhas podem ter muitas formas e cores diferentes, mas em todos os casos as fêmeas adultas é que são as mais nocivas, porque se fixam à planta normalmente próximo à base de brotos e de botões novos e sugam a seiva constantemente. Elas atacam qualquer parte da planta, em alguns casos você as acha até na base do tronco próximo às raízes.

O combate às cochonilhas é difícil, porém não impossível. Com o tipo de defensivo correto e na dose e periodicidade corretas é possível eliminá-las da planta, porém a vigilância deve ser constante.

Se tem um fator que é fundamental no que diz respeito às pragas é a observação. Se são detectadas no começo raramente vão sequer causar estragos, mas se a infestação se agravar demais aí sim talvez seja impossível salvar a planta, dependendo do tipo de planta. Se a planta for anual ou bianual recomendo que seja descartada caso a infestação esteja realmente muito grave, tomando quase toda a planta, mas se for uma espécie perene todo esforço é valido. Talvez demore até que se possa ver a planta linda e saudável novamente, mas ela ficará se houver dedicação e cuidados para isso.

Dos inseticidas naturais, que são os únicos que eu uso, indico como ingrediente essencial o óleo de neem associado ao sabão de côco e ao álcool. Há várias marcas que vendem o óleo concentrado e as instruções de diluição podem mudar de uma marca para outra. Ele rende bastante e é muito eficiente, controla bem a infestação, eliminando-a gradativamente.

Eu recomendo sempre o uso da mistura do óleo de neem com sabão de côco e álcool, borrifando-a nas plantas, mas em casos mais sérios ou logo no começo da infestação sugiro tirar o excesso de cochonilhas com um cotonete umedecido na mistura, depois borrifar toda a planta.

Um detalhe importante sobre essa mistura que recomendo é que o álcool pode ser usado puro, mas o ideal é usar o cravo curtido no álcool. O cravo tem uma ação repelente muito eficaz para formigas e, considerando que elas atuam associadas às cochonilhas, é interessante usar no defensivo ingredientes que tenham uma boa ação contra elas também.

Cochonilhas
Cochonilhas e formigas

Com a infestação controlada deve ser feito o controle semanal, sendo que ao fazer somente o controle não é necessário borrifar tanto a planta, pode-se usar menos. Deve-se evitar aplicar com muita freqüência (mais de uma vez por semana) se a infestação estiver controlada, porque o uso do óleo de neem elimina tanto cochonilhas quanto outros insetos benéficos para as plantas que ajudam no combate às pragas, como joaninhas por exemplo.

Eu já utilizei também a calda de fumo, mas ela é muito eficiente para pulgões, para conchonilhas não vi resultado satisfatório.

Abaixo a receita da mistura com óleo de neem, sabão de côco e álcool para borrifadores de 500mL:

– 1 colher de sobremesa rasa de detergente neutro ou de côco direto no borrifador ou dissolver 10g de uma barra de sabão de côco (meu preferido) em um pouco de água quente ou morna. Para conseguir as 10g (aproximadamente) basta cortar uma barra de 200g de sabão em 4 partes iguais. Depois corte cada parte pela metade e depois corte pela metade novamente e dilua esse último pedacinho. A diluição não precisa ser perfeita. Se sobrarem pedaços do sabão não há necessidade de esperar que todos se dissolvam, basta coar;

– 1 tampa (a do próprio frasco) de óleo de neem (óleo puro e não soluções prontas);

– três tampinhas de álcool (aquele álcool comum usado para limpeza) ou cravo curtido no álcool. Usei a própria tampa do frasco como medida para meus borrifadores de 300ml.

Coloque tudo isso no borrifador e o que faltar complete com água. Se a água ainda estiver quente não borrife de imediato, espere esfriar.

As aplicações devem ser feitas a cada dois dias na primeira semana, a partir da segunda a cada três dias até notar que não há mais sinais de cochonilhas. Desse ponto em diante aplique uma vez por semana por mais três ou quatro semanas para evitar que voltem a infestar a planta.

Algumas observações sobre a aplicação do óleo de neem com sabão de côco e álcool:

– Eu já passei a receita, mas recomendo a leitura dos posts Turbinando Defensivos, Defensivo/Repelente de Cravo da Índia e Guia de Defensivos Naturais;

– As aplicações devem ser feitas sempre no fim da tarde já sem sol sobre as plantas;

– Não borrife a ponto de deixar a planta pingando, porque o acúmulo de óleo e sabão pode queimar as pontas das folhas onde fica o excesso ou até causar a queda delas em plantas mais sensíveis;

– Lembre-se de aplicar depois da rega;

– Se a aplicação for feita em frutíferas evite borrifar diretamente nos frutos e mesmo assim lave muito bem antes de comer.

Vamos aos tipos mais comuns de cochonilhas:

Cochonilha Cabeça de Prego (Chrysomphalus ficus)

Cochonilhas
Fonte: http://www.viarural.com.ar/
Cochonilhas
Fonte: http://tdares.coa.gov.tw/

Cochonilha Verde (Coccus hesperidium)

Cochonilhas
Fonte: http://bugguide.net/

Cochonilha Branca (Pseudococcus citri)

Cochonilhas
Fonte: http://www.editorialpanorama.com/
Cochonilhas
Fonte: http://www.chiliyhdistys.fi/

Pulgão Branco (Icerya purchasi)

Cochonilhas
Fonte: http://www.britannica.com/
Cochonilhas
Fonte: http://www.anthorama.gr/

Cochonilla de Placa (Orthezia praelonga)

Cochonilhas
Fonte: http://www.flickr.com/photos/edgaragde/
Cochonilhas
Fonte: http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/

105 respostas para “Cochonilhas”

  1. Olá! Tenho uma cerejeira que fica em um vaso grande e ficava em minha casa. Quando começou a virar uma arvoresinha, eu levei ela pra minha casa na roça. E logo eu notei esses bichinhos que arvoresinhagora descobri ser a colchonilha. Alguns galhos estao secos, mas ela está dando muitas folhas verdes. Eu percebi que está dando muita formiga também. As formigas tentam combater a colchonilha? Elas se acumulam nas dobrinhas onde os galhos se espalham, por isso é difícil podar porque se não vou ter que cortar os galhos.

    Vou tentar essa receita essa semana.

    1. Karoline as formigas ajudam as cochonilhas, por isso recomendo usar o óleo de neem para combater associado ao cravo curtido no álcool que afasta as formigas. Uma forma eficaz também de evitar formigas é fazer uma limpeza na planta, algo que pode ser muito trabalhoso se a planta for grande, e depois colocar uma pano com graxa amarrado próximo à base, assim as formigas não sobem. As cochonilhas combata com a receita que mostrei no post. Se você fizer uma limpeza do excesso delas manualmente talvez não precise cortar os galhos.
      Abraços Floridos

  2. Parabéns pelo site! Tive uma infestação de cochonilhas aqui em casa que acabou matando as heras e a jabuticabeira. Bom, teve um certo descuido da minha parte em deixar um tempo sem rega por conta de viagem… Mas, enfim, as cochonilhas infestaram todas as plantas. Tentei óleo de Neem e até limpar folhas com algodão embebido com mistura de água e sabão, mas essas pragas estavam nos caules, em tudo! A jabuticabeira perdeu todas as folhas de uma vez. Vou descartá-la, infelizmente. Minha dúvida é: devo descartar a terra também? Cochonilhas podem ficar na terra prontas para atacar a próxima plantinha?

    1. Sylvia eu recomendo descartar a terra sim. Apesar das cochinilhas de raiz serem diferentes não é bom manter uma terra na qual estiveram plantas doentes porque podem ter resquícios dessa praga no substrato. Além de descartar plantas e terra limpe muito bem os vasos por fora e por dentro antes de plantar novamente.
      Abraços Floridos

  3. Olá! Estou desconfiada que minha samambaia está infestada, quando molho, sai uns bichinhos brancos da terra, seria cochonilha? ? Agradeço a ajuda!!

  4. Boa tarde! Ganhei uma planta com cochonilhas adultas, não tinha o conhecimento do que era, então achei normal. Quando percebi as outras plantas tinham sido afetadas com cochonilhas de placas, duas suculentas estão soltando um pó branco e caindo as folhas,mas não tem bichinho. Podem terem sido afetadas também?

    1. Kathleen infelizmente podem sim e provavelmente foram. Use o defensivo que indiquei no post e aos poucos você vai eliminá-las.
      Abraços Floridos

  5. Bom dia Bruna.Muito legal esse post sobre as colchonilhas.De todas as dicas que você já nos deu,a que eu continuo usando mais é a de borrifar leite com água,pois a planta que eu mais gosto de cultivar é o tomateiro.Estou com vários pés agora.Só que fui atrapalhado pelo frio,espero que com a entrada da primavera eles despertem novamente.Estão bem carregados.Muito bonitos.Obrigado.

    1. Ubiratan o leite realmente faz toda a diferença, especialmente quando usado desde o início do crescimento das mudas. Mas se você não usa ainda em outras plantas também experimente. Todas gostam dele ; )
      Abraços Floridos

  6. Bom dia,

    estou com cochonilha verde em minha orquídea chocolate. As folhas estão livres delas mas as flores estão cheias. Tento limpar porém como a flor é cheia de reentrâncias, não consigo eliminar todas.

    Estou passando óleo de neem nela mas passo nas folhas. Posso borrifar nas flores também?

    1. Cristiane pode sim, mas devem ser borrifadas com uma distância maior evitando que a Flor fique com acúmulos de óleo. Isso deve ser o evitado também nas folhas, mas as flores são ainda mais sensíveis a qualquer excesso.
      Abraços Floridos

  7. Olá, estou conhecendo hoje suas postagens e estou adorando, muito esclarecedoras…
    Minha dipladenia também é atacada por uns bichinhos que eu chamava de pulgão, mas agora estou vendo que deve ser uma espécie de cochonilha…. mas para conseguir controlar mesmo só com um pó branquinho que compro em lojas pra isso, mas não quero ficar passando esses produtos tóxicos… porém se eu passo 15 dias sem tomar cuidado, eles voltam destruindo tudo… atacaram também chá de hortelã e kalanchoe e outras plantas… tem alguns que são cochonilhas, mas tem outros menores tb e clarinhos, que não parece ser… estou tentando agora parar de usar os produtos e colocando plantas que joaninhas gostam pra ver se consigo fazer o controle com elas…

    1. Eliana eu não uso nada químico, faço o controle com o combo de defensivos que mostrei no blog (nesse post tem um link para ele). Eventualmente perco alguma planta com cochonilhas, e prefiro a usar produtos químicos, porém é difícil de acontecer. Tente o controle com o combo, pode te ajudar. : )
      Abraços Floridos

      1. Obrigada, vou olhar e tentar fazer os cuidados sem química, como orientou… grata!

      2. Fiquei super triste, preparei a mistura e usei o dobro da água recomendada para não ficar tão forte, passei um pouquinho, chacoalhei a planta pra cair o exceção e depois de 5 dias repassei pois notei que começou a surgir uns bichinhos novamente…. o problema é que as folhas começaram a amarelar nas três plantas que já tenho a mais de um ano e estão caindo todas, o aspecto verde e vivo se foi, acho que vou perder a planta, oq será que fiz de errado?? Troquei o sabão em barra por um pouquinho de detergente de coco.:: e o pior é que as cochinilhas estão voltando e estou com medo de passar de novo.:: 🙁

      3. Eliana estranho isso ter acontecido porque eu uso há anos e nunca tive esse tipo de problema. Mas pode ter sido o horário. Se você aplicou e as plantas pegaram sol pode ter sido esse o problema. Ou pode ter outra causa que não está relacionada ao uso do defensivo. Me mande fotos das plantas e tento ajudar, [email protected]
        Abraços Floridos

    1. Juliana o óleo de neem tem ação inseticida, já o óleo de côco não, então não é possível fazer essa troca.
      Abraços Floridos

  8. Oi boa tarde. Apareceu uns bichinhos tipo esse na minha terra q estava guardada. Agora nao sei se posso usar a terra pfvr me ajuda.Espero uma resposta, adoro seu blog bjs

  9. Amada gostaria de saber de você
    O que uns bichinhos do tamanho de um grão de areia nas folhas da petunia que ta demais parece até que voa branco. Obrigada

  10. Boa tarde.
    Tenho várias dipladenias em casa, e apareceram manchas amarronzadas nas folhas, que depois amarelam e caem. Também notei uma espécie de pó branco na superfície das folhas. O que pode ser?

    1. Danielle parece ser sintoma de fungos. Veja o post fungos, que vai te ajudar a identificar e tratar o problema.
      Abraços Floridos

  11. Tenho uma pimenteira e várias plantinhas em casa. Mas a que sofreu mesmo foi a pimenteira. Olhei vários vídeos no youtube, fiz misturas que quase me matou intoxicado (com pimentas) e não consegui eliminar as malditas cochonilhas (verdes e brancas) e mais mosca branca. Não sei pq esses insetos não vão destruir os matos, preferem as plantinhas…. Dá um ódio…. Mato nasce em todo canto e inseto nenhum quer… Mas aí você vai na maior boa vontade cultivar frutas, legumes e qualquer coisa boa, pronto…. Infesta dessas pragas, aí todo seu trabalho e dedicação vão por água a baixo… Quanto as pimenteiras, tive que fazer uma poda radical, estava infestada em todas as folhas, e como ela já estava com 1,5m não houve como retirar uma por uma, iria enxugar gelo… Fiz um combo de defensivos naturais até mais forte que o seu. Só que sem fazer qualquer dosagem… Fui mesmo na vontade de quanto mais forte mais eu mato essas pragas… Misturei sabão, alho, cebola, pimenta, neem, fumo e álcool… O problema que algumas plantas são sensíveis e as vezes as folhas queimam… Aí se correr o bicho pega, se ficar o bicho come… ôh negócio difícil é esses de querer ter uma vida saudável e ter bons hábitos…

    1. Sillas eu compartilho sua indignação. Mas verdade é que nossas plantas são alvo fácil, dificilmente há concorrência e predadores naturais em ambientes como a varanda de um apartamento ou uma casa toda cimentada. Eu tenho muito sucesso combatendo cochonilhas com o combo e acrescentando o cravo. Não sugiro usar o fumo para pimenteiras e tomateiros porque são sensíveis a esse componente. Use apenas sabão, neem e o cravo curtido no álcool como mostrei em um post recente do blog. Aqui com poucas aplicações elas são bem controladas. Em casos de infestações graves recomendo a poda radical como você já fez. Expliquei em detalhes como proceder no post Revitalização de Pimenteiras.
      Sugiro que você leia sobre a aspirina no blog, ela ajuda bastante.
      Além disso borrife uma vez por semana o leite e acrescente o adubo o líquido, ambos diluídos. Isso ajudará sua pimenteira a se recuperar.
      Abraços Floridos

      1. Olá, estou usando a calda de neem para cochonilhas que atacaram meu bambu mosso (plantado em vaso, dentro de apto, em local muito bem iluminado e com sol direto da manhã). Reparei manchas escuras que creio é do fungo decorrente da cochonilha citado aqui.. o neem combate o fungo também ou eu devo alem do neem borrifar a misturo com leite?

      2. Esther o leite atua também como fertilizante foliar então pode borrifar sim porque ainda estará ajudando a planta, mas observe se haverá melhora e procure também ver no post Fungos aqui no blog, se identifica essas manchas em alguma das fotos para ter certeza que são fungos. Se você usar o leite e não melhorar me mande fotos e tento identificar.
        Abraços Floridos

    2. Hahaha Me identifiquei em todas as palavras do Silas! Fiz uma horta achando que viveria um nirvana ecológico, mas tem sido uma batalha tentar manter as plantinhas saudáveis.

      1. kkkkkk Acho que todos nós temos esse sentimento em algum momento. Ser saudável e cultivar a própria salada não é nada fácil kkk, é uma eterna batalha, mas é gratificante e o aprendizado é enorme!
        Abraços Floridos

    1. Nique eu uso em barra. Apenas corto e deixo de um dia para o outro de molho na água ou se você quiser acelerar o processo pode ferver ou apenas despejar água quente e mexer para dissolver. Veja o post Combo Super Top Plus Defensivos. Nele tem todo o processo mais detalhado.
      Abraços Floridos

    1. Sandro as aplicações devem ser feitas a cada dois dias na primeira semana, a partir da segunda a cada três dias até notar que não há mais sinais de cochonilhas. Desse ponto em diante aplique uma vez por semana por mais três ou quatro semanas para evitar que voltem a infestar a planta.
      Abraços Floridos

    1. Paula pode ser que tenha sido o excesso de produto nas folhas, porque aplicando à noite isso não deveria acontecer. As couves são resistentes, faça uma boa adubação com húmus, use o adubo líquido nas regas e ela irá se recuperar. Quando ao neem te te fazer o combo que mostrei no blog sem o fumo. Abraços Floridos

      1. É verdade. Eu também achei cichonilha no fundo do vaso.
        Joguei a terra fora.

  12. oi eu dilui todoo oleo de neem em 3 litros de agua minha duvida é posso guardar os 3 litros por tipo 1 ano? sem perder o efeito

    1. Eu nunca guardei tanto tempo, então não sei dizer com certeza e dependendo da quantidade de óleo de neem 3 litros de água é muito pouco.
      Abraços Floridos

  13. as cochinilhas da primeira foto que esta atacando meus cactos só que a unica diferença e que a cochinilha e branca vou usar este olho de neen ja comprei estou esperando chegar a que comprei da pra fazer 3 litros

    1. Autora use o combo mencionado no post. O essencial é o sabão e o neem, o fumo você pode usar ou não.
      Abraços Floridos

  14. Meu pé de graviola tá cheio dessa praga passei 4 litros em 40 ml de óleo mineral será que resolve em só pulverização.

    1. Adenilson sugiro usar o óleo de neem com sabão de côco e acrescentar álcool. Veja os posts Combo Super Top Plus Defensivos e Turbinando os Defensivos. Aqui eu limpo a planta com uma escovinha bem macia se a infestação for muito grande.
      Abraços Floridos

  15. Boa tarde, muita boa materia e muito instrutiva. Vou fazer oque voce diz, minhas physalis estao sendo atacada logo agora que estao produzindo. Muito obrigado.

  16. Olá.. Boa noite!
    Me dá uma ajuda, nasceu essas cochonilhas no meu pé de manjericão, e tem muito! Ainda não comprei o óleo de neen mas gostaria de saber se posso tirar com uma faca, e se posso consumir o manjericão enquanto elas ainda não somem? Obrigada

    1. Pode tirar sim Débora. Use um cotonete umedecido com sabão de côco diluído em água, bem diluído.
      Abraços Floridos

  17. Estou apavorada!!! Eu tenho um hibisco com cochonillas na frente de minha casa, joguei agua com sabão de coco há alguns dias atrás, hoje quando fui regá-la, começou a cair cochonillas pelo chão e subir pelas paredes.
    E são muitas!!!! Além disso, minha vizinha tem um horta no quintal, o que eu faço?
    Será que vou precisar pulverizar a casa toda?

    1. Renata será que não são tatuzinhos de jardim ao invés de cochonilhas? Eles são branquinhos, pequenos, andam bem rápido e gostam de umidade. Pesquise por “Platyarthridae” em imagens no Google e veja se são esses os bichinhos que você viu. Se foi não precisa fazer nada porque eles são inofensivos.
      Abraços Floridos

  18. Olá!! Adoro seu blog 🙂
    Recentemente, uns 2 meses atras, plantei um pé de mini romã na minha varanda. Percebi por volta de 10 dias atras que as folhas estavam amarelando e caindo, achei que era excesso de rega, mas dias depois percebi pontinhos brancos nas folhas. Levei um galho a uma floricultura e descobri que era conchonilhia. Estou passando um inseticida natural chamado Bio Green, que me indicaram aplicar durante 15 dias seguidos para combater a praga. Você conhece esse produto? Vi a sua receita com o oleo de neem. Por quanto tempo voce aplica essa mistura? Acha que devo trocar o tratamento para o neem?
    Minha outra duvida é se posso fazer a adubação da planta durante o tratamento. Já está no momento de adubar, mas estou em duvida se devo esperar a planta melhorar…
    Estou torcendo pra curar logo, estou morrendo de dó da plantinha, ela é tão linda!!!
    Muito obrigada!

    1. Silvia se está notando resultado e esse biogreen não for químico (não sei a composição) pode continuar usando, mas não sei dizer como usar porque não conheço o produto, mas use até verificar que não há mais sinal de pragas. Pode adubar a planta normalmente, aliás deve adubar porque ajuda na recuperação já que a muda tem mais força para se recuperar dos danos causados pela praga.
      Abraços Floridos

  19. Olá, estou precisando de ajuda.Tenho dois vasos de petúnias na minha varanda e apareceram uns bichinhos de cor marrom, bem pequeninos. Parece um gergelim. Não tem perna, não tem antena, não tem nada, são só umas bolinhas marrom, em formato de uma gotinha minúscula. Esses bichinhos dominaram a varanda. Tem um monte no vidro, na porta, na parede, espalhados pelo chão… Parecem uma sementinha bem pequena. Já borrifei com esses produtos para cochonilha e não adiantou. Agora comprei um borrifador com óleo de neem. Quando eu vou colocar água nas plantas, os bichinhos começam a pular e grudam na minha roupa e na pele. A minha cortina está cheia desses bichinhos. Já pesquisei na internet e em tudo que fala sobre cochonilha e não acho nenhuma foto parecida…pelo que vi, as cochonilhas ficam grudadas nas plantas e estes bichinhos ficam soltou, e caem tudo no chão. Será que é algum tipo diferente de cochonilha? Tem também algumas poucas cochonilhas brancas, essas sim, parecidas com as das fotos da internet. Se alguém tiver idéia do que poderiam ser esses bichinhos, eu fico agradecida.

    1. Nossa Monica nunca ouvi falar de cochonilhas pularem em roupas e nas pessoas, nem de grudarem em paredes. Você tem fotos desses bichinhos? Se tiver mande para o meu e-mail, [email protected] e eu posto também lá na página do blog no Facebook. Se você não acompanha a página passe a acompanhar que eu posto lá e vejo se alguém sabe o que é.
      Abraços Floridos

      1. Olá, vi o comentário a respeito dos bichinhos pequeninhos que grudam na roupa.
        Sofri com esses insetos nojentos aqui em minha casa no ano de 2014, pesquisei e nada, então chamei uma empresa de dedetização e adivinhe. Era piolho de Pombo! Que Nojo!
        Gastei R$600,00 para dedetizar a minha casa inteira, mas acabaram e até hj eles não voltaram, nem os pombos nojentos que ficavam em meu telhado!
        Quanto as cochonilhas estou com uma enfestação enorme em toda a horta, arvores, suculentas ….
        Vou precisar de muito oléo de neem, por que só o sabão de cocô não resolveu!
        Obrigada!

      2. Priscila obrigada pela dica. É bom saber! Espero que ela veja o comentário. Quanto às cochonilhas use o óleo de neem com sabão de côco e álcool, veja os post “Combo Super Top Plus Defensivos” e “Turbinando os Defensivos”.
        Abraços Floridos

    1. Audrey que eu saiba e onde pesquisei a informação é sim que comemos as cochonilhas esmagadas, gostaria muito que você me passasse fontes que eu pudesse consultar para confirmar essa sua afirmação. Também acho péssimo que as cochonilhas sejam usadas dessa forma, mas até onde sei a realidade é essa.
      Abraços Floridos

  20. Olá Bruna! Finalmente me animei oara organizar o meu jardim e tudo estava lindo até que as tais das colchonilhas aparecerem por lá. Tem dois tipos pelo que vi nas fotos.. A cabeça de prego e a branca farinhenta. Achei em um vaso uma infestação enorme e descartei a plantinha… No outro dia, achei em outra (desculpe.. Não sei os nomes das plantas). Apliquei mata colchonilha diluído nela e nas de perto e comprei óleo de Neem pronto pra uso para aplicar nas outras como prevenção. Dois dias depois, apesar de muitAs mortas, achei as colchonilhas farinhentas em outra planta…. Aí o desespero comopeça a bater! kkk posso aplicar novamente o óleo de neem? Posso diluír o sabão de coco neste óleo de neem já diluído para aumentar a ação dele? O que acha?

    1. Aline quando tenho infestação aqui eu aplico neem+sabão de côco+uma tampinha de álcool dia sim dia não por umas duas semanas. Havendo boa melhora eu diminuo para duas vezes por semana, depois mantenho uma vez por semana até eliminar totalmente e mesmo assim fico atenta, porque de tempos em tempos elas costumam voltar.
      Abraços Floridos

  21. Batalhei contra moscas brancas e cochonilhas, do tipo Orthezia praelonga, durante anos a fio, destruíram tudo na minha varanda, incluindo roseiras, vários Bouganvilles, várias pimenteiras, manjericões de vários tipos, dormideiras, salvias, resumindo, tudo que plantei. Tentei todos os remédios caseiros e naturais sem sucesso, pois necessitavam de atenção quase diária e só controlavam(mal) as pragas. No fim apelei para a ignorância e usei SBP Casa e Jardim, que rapidamente eliminou o problema. Não posso mais comer nada de minha horta, mas pelo menos posso ter minhas plantas ornamentais, que ficaram bem saudáveis apesar do inseticida. Aplico uma vez a cada 15 dias. Foi minha última opção, mas hoje gostaria de ter feito isso antes, me pouparia MUITO trabalho.

    1. Olá! Aqui eu já perdi plantas também por causa de pragas, mas não é algo tão comum. Normalmente mantenho sob controle, mas tem épocas que são piores, outras melhores. Há vários defensivos químicos que resolvem o problema mais fácil, mas como você disse impedem de comer o que plantamos, e isso eu não consigo fazer, mas entendo que você tenha apelado para essa solução. O problema é quando as pessoas usam defensivos muito químicos fortes e ainda consomem as plantas, e tem muitos que fazem isso. Quem usa esse tipo de produto tem que ter consciência como você teve de que nada mais poderá ser aproveitado para consumo.
      Abraços Floridos

  22. Boa tarde abraços floridos minhas orquideas estao com cochonilhas comprei uma solução de mata cochonilha para diluir em 1 litro de agua, gostaria de saber qtas vezes devo aplicar, esse produto mata msm abraços Maria jose.

    1. Olá Maria José! Eu não uso fórmulas prontas, então não sei dizer se funciona. Eu uso óleo de neem, sabão de côco e álcool e funciona muito bem. Aplique a cada dois ou três dias dependendo da infestação, mas veja também no rótulo se não há nenhuma indicação de uso específica. Se o produto for muito forte talvez o indicado seja usar com menos frequência.
      Abraços Floridos

  23. Cara Bruna, comprei um potinho de óleo de neem que é para diluir com bastante água. Estou na dúvida se eu posso guardar o resto que sobrar,você guarda? Quantas vezes devemos aplicar o óleo, pois no potinho não diz isso.
    Obrigada!!

    1. Olá Ana Paula! Eu guardo sim, só não guardo o fumo e o leite, mas o neem guardo sem problemas. Veja o post Combo Super Top Plus Defensivos. Lá tem bastante informação sobre o uso do óleo de neem. Quanto à aplicação depende da infestação, mas normalmente uso a cada dois dias.
      Abraços Floridos

  24. Por quanto tempo posso quardar o óleo de neem já diluído? Tenho umas mudas de pimenteiras que estão com uns bichinhos brancos na parte inferior das folhas e que voam quando eu mexo. Saberia me dizero que pode ser e como tratar? As folhas atrofiam e de caem. Obrigada! Ana paula

    1. Olá Ana Paula! Se os bichinhos voam provavelmente é mosca branca, mas só com fotos para ter certeza. O tratamento é com neem e sabão de côco. Não deixe de colocar o sabão na receita e acrescente também um pouco de álcool, cerca de duas tampinhas do próprio frasco do álcool no borrifador. Borrife sempre por baixo das folhas a cada dois ou três dias. O óleo de neem preparado dura pode ser guardado sem problemas. Aqui eu guardo e vou usando no borrifador até acabar e ele continua fazendo efeito. O cheiro não fica uma maravilha, mas não é insuportável. Insuportável mesmo é se você deixar por dias o fumo ou o leite no borrifador. Mas também é fazer uma vez só e depois nunca mais porque o cheiro é inesquecível, rs.
      Abraços Floridos

      1. Olá Bruna, sou eu de novo. Plantei um pezinho de tomate uva, que estava até se desenvolvendo direitinho, de repente apareceu nas folhas das bases uns riscos brancos, como se fosse uma linha branca e logo depois as folhas secaram. Pode me socorrer? Já nasceram até duas flores, mas parece que o problema está subindo muito rápido. Desde já te agradeço! Mando fotos.

        Bjs!

      2. Olá Ana Paula! Por acaso a linha branca parece estar dentro da folha como se fosse um caminho? Se for é larva minadora. Se você está em duvida pesquise no Google em imagens com esse nome e veja se é o que acontece com os seus tomates. Se for, que eu saiba, não há nenhum defensivo que combata, o ideal é retirar as folhas afetadas. : (
        Abraços Floridos

      3. Bruna, dei uma pesquisada rápida e parece ser isso mesmo. Agora vou ler com mais calma sobre essa larva e ver o que posso fazer. Mil beijos, mas uma vez você me socorre.

        Abraços floridos!

    1. Olá Giselle! Não sei dizer porquê. Realmente tem plantas que são mais sensíveis e que costumam apresentar mais pragas e doenças do que outras. O jeito é prevenir com defensivos e sempre observar.
      Abraços Floridos

  25. Estou começando a plantar tomates e vi que as cochonilhas estão bem no inicio, mas eu queria saber se essa mistura que você faz de óleo de neem com sabão de côco, é sabão de côco mesmo? Não entendo nada de planta e estou tentando entender agora que resolvi ter uma humilde hortinha no pedacinho de terra do quintal, mas não entendi essa parte de misturar o sabão de côco, qual sabão? Líquido? Agradeço a ajuda. 🙂

    1. Olá Ranny! No próprio post sobre cochonilhas tem um link para outro post chamado combo super top plus defensivos. Nesse post você encontra todas as instruções para fazer o defensivo. Só não use o pó de fumo para aplicação em tomates, pimentas, pimentões, etc.
      Abraços Floridos

      1. Olá, por que não utilizar o pó de fumo nestas espécies? É possível usar o combo super plus nestas espécies?
        Obrigada,
        Marina

      2. Olá Marina! Porque elas são sensíveis a um tipo de vírus que o fumo pode conter e que afeta especificamente essas espécies. O fumo não necessariamente vai ter esse vírus, mas pode ter, então deve-se evitar.
        Abraços Floridos

  26. BOM DIA,
    GOSTARIA QUE VC INFORMASSE PASSO A PASSO/PROPORÇÃO DE COMO PREPARAR A SOLUÇÃO DE ÓLEO DE NEEM E SABÃO DE CÔCO. OBS.: ESSA SOLUÇÃO É ESPECÍFICA PARA O COMBATE DE COCHONILHAS?
    BRUNA, TENHO VÁRIAS PLANTAS E PERCEBI QUE CADA UMA DELAS ESTÁ INFESTADA COM UM TIPO DE PRAGA, GOSTARIA DE SABER SE INDEPENDENTE DA PRAGA, SE POSSO APLICAR O COMBO SUPER TOP PLUS.
    NO CASO DE INFESTAÇÃO DE COCHONILHAS É MELHOR FAZER APLICAÇÃO SOMENTE COM A MISTURA DE ÓLEO DE NEEM E SABÃO DE CÔCO OU PODE SER FEITA A APLICAÇÃO COM O COMBO SUPER TOP PLUS? E A CADA QUANTOS DIAS?
    SOLICITO RESPOSTA C/ URGÊNCIA.
    ATENCIOSAMENTE,
    ADRIANA (16/10/2013)

    1. Olá Adriana! Essa solução combate não só cochonilhas como várias outras pragas. No próprio post sobre as cochonilhas tem um link que mostra todo o passo a passo do preparo, basta clicar combo super top plus defensivos.
      Você pode usar só o sabão de côco com óleo de neem para várias pragas, cochonilhas, tripes, mosca brancas, etc. Para pulgões é mais efetivo se tiver o pó de fumo e para fungos você deve usar o leite. Eu sugiro aplicações a cada 2 ou 3 dias dependendo da infestação e quando controlada uma vez por semana ou a cada 15 dias como preventivo.
      Abraços Floridos

    2. Com urgência geralmente é mais caro. E depois, quando temos urgência é muito fácil pesquisar na Internet e descobrir por si mesmo.

  27. Eu tenho 4 coqueiros de coco (pequenos ainda), trazidos do nordeste, moro no Rio grande do sul, eles sobrevivem num vaso enorme dentro de casa, onde não é tao frio, estão fortes e cheios de vitalidade. Porem um deles tenho notado uma atração por Cochonilhas dessa especie aqui:
    http://sphotos-b.xx.fbcdn.net/hphotos-prn1/p480x480/923521_549873895064779_1292985329_n.jpg

    Eu limpo a planta (com muita paciencia) e novamente, apos 5 ou 7 dias lá estao elas de novo. No ano passado, larguei de mão elas e isolei a planta dos outros 3 coqueiros, ela ficou tomada da praga, mas depois descascou sozinha tudo e ficou livre, e começou a brotar novas folhas novamente como se nada houvesse. Só que este ano está começando de novo, não tenho paciencia pra ficar meia hora passando cotonete em todas as frestas das folhas a cada 5 dias. Percebo que há “formiguinhas de açucareiro” junto à elas. Eu borrifo após limpar a planta, um veneno de formiga chamado “K-Otrine”, mas não adianta, e lá estao as cochonilhas e formigas de novo. O que eu faço? Abandono elas de novo e deixo a planta se virar por conta ?

    1. Olá Kevin! Eu sugiro que você o post Combo Super Top Plus Defensivos e use a receita passada. Aplique a cada 2 ou 3 dias. Não aplique defensivos químicos caso você consuma os frutos porque são muito tóxicos.
      Eu não sugiro abandonar a planta de forma alguma, mas também não vejo necessidade de limpar com cotonete porque é muito trabalhoso.
      Qualquer dúvida estou à disposição.
      Abraços Floridos

      1. Olá! Você precisa cancelar a assinatura que fez para receber comentários do blog no seu e-mail. Talvez no próprio blog tenha essa opção (não sei porque sempre entro logada) ou deve ter um link para efetuar o cancelamento nos e-mails que você recebe. Normalmente fica no rodapé da página.
        Abraços Floridos

  28. Olá, primeiro, parabéns pelas ótimas informações que ajudam tanto as pessoas!
    Estou precisando de ajuda para um pé de acerola (frutos doces) que está infestado de colchonilhas brancas. Já dedetizei duas vezes e adiantou pouco. O que posso fazer agora para combater a praga e depois p/controlar? Agradeço antecipadamente.

    1. Olá Cleide! Veja o post Combo Super Top Plus Defensivos, tem um link nesse post sobre cochonilhas. É o melhor defensivo que já testei até hoje e funciona muito contra elas.
      Depois de controlar a infestação mantenha aplicações periódicas a cada 15 dias.
      Abraços Floridos

  29. Olá Pessoal!

    Sou apaixonada pelo seu blog! Tem muitas coisas úteis!

    Estou começando a cultivar orquídeas, tenho 9. Hoje perdi a minha 2ª orquídea por causa das malditas cochonilhas… minhas 9 orquídeas estão infectadas! Estou muito nervosa, principalmente porque não conheço ninguém para me dar dicas.
    Quando percebi que minhas orquídeas estavam com cochonilhas (percebi pela quantidade enorme de formigas saindo delas quando as molhei com água e detergente!) desenvasei todas e lavei com uma escova de dente. No entanto elas tem marcas (umas pontinhas brancas) nas raízes. Consegui envasar 3, porém as outras 6 estão com as raízes podres, arranquei o que consegui!

    O Que faço para salvar as minhas orquídeas??? Podem me ajudar???

    Obrigada.

    1. Olá Sofia! Imagino a sua preocupação, mas eu infelizmente não entendo nada de orquídeas para te ajudar. : (
      O que posso sugerir é continuar com o tratamento com óleo de neem.
      Além disso eu sugiro que você procure na internet fóruns especializados em orquídeas porque normalmente tem muita informação especialmente sobre pragas. É melhor pesquisar em fóruns do que em sites ou blogs nesses casos.
      Abraços Floridos

  30. Oi Bruna! Queria complementar seu post com uma dica. A Cochonilha Cabeça de Prego gosta de aparecer em orquídeas e são facilmente retiradas com uma escovinha de dente com sabão de coco, aí depois lavar a folha.

    Mas uma outra planta da minha mãe está sendo atacada por centenas, uma infestação de Cochonilha Branca, borrifei o óleo de neen nela toda e depois de uns 3 dias usei a escovinha com o sabão de coco só nos lugares onde elas estão, e a planta está melhor, a infestação diminuiu, por dia estou achando só de 2 a 3 das pragas e tirando. Se sumirem por completo aviso.

    O que propicia o aparecimento delas? é execesso de umidade?

    1. Oi Jessie! Eu não sei o que motiva as cochonilhas. Ácaros gostam de umidade mesmo, mas cochonilhas e pulgões eu não sei exatamente porque aparecem.
      Eu também faço esse procedimento de remover manualmente, mas passo um cotonete com o óleo de neem diluído. Funciona muito bem para controlar a infestação o problema é que se não houver um controle depois com aplicações periódicas elas voltam a aparecer.
      Abraços Floridos

  31. Nossa, resolveu dar tudo em meu quintal ao mesmo tempo!! Eu estava sem tempo pra cuidar e de repente quando vi o estrago já estava grande. O que mais me chamou a atenção foi uma praga que apareceu no hibisco, de tão lindo que estava ficou horroroso e procurando saber o que era, descobri que era cochonilla branca e vim parar aqui no blog. Comecei a caça às pragas e descobri o ácaro aranha nas pimenteiras e outras plantas próximas a elas, fungo nos tomateiros e cochonilla de placa no pé de acerola, que pela primeira vez está dando frutos, assim como os tomateiros estão carregados. Nas pimenteiras já efeituei a poda radical e coloquei ao sol, os tomates-cereja e a acerola tb estão no sol, mas por estarem carregados estou com pena de podar…só me resta o óleo de neem. Você me sugeriria mais alguma medida?

    1. Olá Luciana! Eu diria que apesar dos pesares tudo deve ficar bem. Você tomou todas as medidas necessárias. Agora o que você precisa é manter com regularidade o óleo de neem nas plantas com ácaros e cochonilhas; retirar manualmente (eu uso um cotonete) as cochonilhas se for possível e usar o leite nas plantas com fungos.
      Eu sugiro manter uma rotina semanal de aplicações de óleo de neem e leite. Como tem feito muito calor pode ser até de 3 em 3 dias.
      Na planta podada eu colocaria húmus de minhoca (apenas uma fina camada misturada à terra) e a cada 15 dias faria uma adubação foliar (tem um post explicando como fazer adubo foliar orgânico aqui no blog).
      Espero que suas plantas se recuperem bem. 😉
      Abraços Floridos

  32. Acho que meus pés de couve e meu mamoeiro bebê estão com cochonilhas! Será que tem problema em borrifar óleo de neem na couve?

    1. A princípio não tem Fabiana, mas o ideal é não consumir logo após a aplicação. O ideal é esperar alguns dias, por volta de 5 a 7 dias pelo menos para consumir e lavar bem, claro : )

      Vou fazer um post em breve sobre uma cartilha só com sugestões naturais de controle de pragas. Talvez te ajude também.

      Abraços Floridos

  33. O seu texto e ilustrações são muito informativos e esclarecedores. Estou com praga em pés de neem…. gostaria de saber se o Oleo de neen vai funcionar nesse caso.

    e ainda: certa vez li que as cochonilhas são levadas às plantas pelas próprias formigas, que em troca desse comensalismo recebem a substancia açucaarada segregada pelas cochonilhas…
    voces tem alguma informação sobre isso. Se for verdade que as formigas as transportam para as plantas , estaria explicado a constante reinfestação , não é mesmo?

    obrigado , nitamo

    1. Olá Nitamo!

      Os seus pés de neem são jovens? Qual a praga que os está atacando?

      O que sei sobre as cochonilhas e as formigas é que as cochonilhas secretam na planta uma substância que atrai e alimenta as formigas. Essa substância que as cochonilhas deixam para trás adere à planta e nela cresce um fungo, então quando as formigas se alimentam dessa substância e transitam pela planta elas ajudam a disseminar esse fungo, causando ainda mais problemas para a planta infestada. Nitamo eu não posso afirmar que essa informação sobre as formigas levarem as cochonilhas até a planta está incorreta, mas acredito que esteja, não acho que isso seja verdade.

      Eu não sei porque é tão difícil eliminar cochonilhas. Como eu disse no texto pulgões eu sempre eliminei com facilidade, mas cochonilhas eu só consegui até hoje controlar.

      Pretendo em breve testar uma receita com óleo mineral que combate cochonilhas. Assim que eu conseguir um tempo faço isso e publico os resultados assim como a receita , claro ; )

      Abraços

      1. na verdade eu vi em um documentário francês que as formigas realmente transportam as cochonilhas de um lugar para outro, numa espécie de domesticação e que quando uma planta morre as formigas levam para outra saudável…estou com problemas com as nos meus pés de tomate cereja…praga dificil…

      2. Olá Ricardo! Que visão do inferno imaginar formigas carregando cochonilhas pra lá e pra cá. Como se separadas as duas pragas não fossem inconvenientes o suficiente, rs
        Obrigada pela informação!
        Abraços Floridos

      3. De fato, os vasos que foram primeiro atacados por formigas miúdas desenvolveram cochonilhas brancas após pouco tempo.
        Combati as formigas regando com um pouco de pó de café coado. Mas as cochonilhas estão se espalhando fora do controle. Um dia apareceu uma joaninha que fez um belo banquete de cochonilhas, mas depois foi embora.

      4. Daniel use o combo que passei no blog. Funciona muito bem, só acrescente 1 ou 2 tampinhas de álcool ao borrifador, o efeito fica ainda melhor.
        Abraços Floridos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *