Pata de Vaca (Bauhinia forficata)
Flores

Pata de Vaca (Bauhinia forficata)

A bauhinia forficata ou pata de vaca, que é como a conhecemos popularmente, é uma das várias espécies de árvores que eu fotografei para o post Reflorestamento Urbano e já aproveitei para colher algumas sementes.

Pata de Vaca
Um das belíssimas flores da pata de vaca

Eu sempre gostei das patas de vaca, acho lindas as flores e adoro as folhas com seu formato característico. Tenho um carinho especial por essa espécie, porque essa, junto com o flamboyant, é uma árvore que me lembra infância, por isso foi a primeira que decidi plantar.

Nesse post vou falar um pouco sobre ela e mostrar o processo de germinação das sementes até o crescimento das mudas que serão doadas.

Plantio

Inicialmente germinei usando a técnica da estufa com o algodão, mas substituí o algodão pelo paninho multiuso. As sementes começaram a dar os primeiros sinais de germinação poucos dias depois.

Semente de Pata de Vaca
Semente germinada de pata de vaca

Quando a raiz estava um pouco maior plantei no substrato usando uma mistura de partes iguais de substrato pronto e húmus de minhoca.

A germinação completa, até surgir a muda, foi relativamente rápida. É comum árvores terem um tempo de germinação maior, mas não foi o caso da pata de vaca, que em 11 dias já tinha germinado.

Pata de Vaca
As mudas apenas 7 dias após a germinação

Pata de Vaca

A partir da germinação o crescimento foi bem rápido e desde o princípio elas já tinham o formato característico. Eram lindas as mini folhinhas de pata de vaca.

Pata de Vaca
Uma das primeiras folhas das mudas recém germinadas

Quando as mudas tinham por volta de 15 dias eu fiz a mudança para o sol pleno e a partir daí o crescimento foi impressionante.

É fato que elas poderiam e deveriam estar bem mais desenvolvidas do que estão hoje se estivessem em um vaso maior, mas mesmo estando em um vaso pequeno elas estão bem grandes considerando o pouco espaço que têm para crescer.

Cultivo

O cultivo da pata de vaca é bem simples e ela não é uma planta exigente. Gosta de muito sol e é tolerante à falta de regas, mas não é para matar a planta de sede. O ideal é o substrato secar entre regas depois que as mudas já estão bem adaptadas, porém ao notar que secou regue a planta.

Quando as mudas estavam com aproximadamente 15 dias adicionei esterco bovino ao substrato que preparei inicialmente para as sementes.

Para adubar as mudas de pata de vaca eu usava o adubo líquido uma vez por semana na rega e borrifava o leite e o adubo líquido bem diluídos em todas as mudas também uma vez por semana.

Quanto às pragas elas são bem resistentes, não tiveram nenhuma mesmo no período que tive problemas com pulgões e cochonilhas por aqui.

Minhas mudas já estão grandes demais para os vasos nos quais estão plantadas e no próximo final de semana serão doadas para quem possa plantá-las em locais onde elas possam crescer à vontade.

Pata de Vaca
Pata de vaca no parque Toronto em São Paulo

Patas de vaca são árvores que chegam a 10 metros de altura, então deve-se pensar muito bem antes de plantar sementes ou adquirir uma muda. No meu caso plantei já sabendo que iria admirar o processo de crescimento delas e que eventualmente iria doá-las.

Essa espécie é perene e semi-caduca, ou seja, não perde totalmente as suas folhas nos meses mais frios do ano. Aliás a pata de vaca floresce no inverno e as vagens com sementes podem ser encontradas ainda no inverno ou na primavera.

Chá de Pata de Vaca

A pata de vaca é conhecida por seu uso medicinal. O chá das folhas é indicado para diabetes (ajuda o pâncreas a produzir mais insulina), para reduzir o colesterol e, como quase todos os chás, também é diurético e indicado para quem quer emagrecer.

Pata de Vaca
As folhas da pata de vaca com seu formato característico

O preparo deve ser feito utilizando duas folhas frescas maceradas ou picadas para uma xícara de água. Deixe a água ferver, depois tampe a panela e deixe descansar por volta de 10 a 15 minutos.

Apesar de ser natural, deve-se tomar cuidado ao tomar esse chá e verificar antes se não há contra-indicações dependendo das doenças pré-existentes que a pessoa tenha. Ele não é indicado para gestantes e mulheres que estejam amamentando. Também não devem ser tomadas mais de 2 ou 3 xícaras por dia.

Conversando com uma leitora querida do blog, a Fátima, ela tocou em um ponto importante, que é o fato de ser indicado o uso das folhas da variedade de flores brancas. Realmente li a respeito e, apesar de ainda ter dúvidas sobre as espécies de bauhinia, sei que o indicado é usar a bauhinia forficata de flores brancas.

Eu já tinha ouvido falar muito no chá da pata de vaca e não é difícil encontrar as folhas já desidratadas à venda, mas nunca tomei e mesmo agora, cultivando as mudas, eu não provei, mas fica a dica de preparo aqui no blog para quem queira experimentar.

3 respostas para “Pata de Vaca (Bauhinia forficata)”

  1. Oi Bruna das Pimentas,

    Mas uma vez um post excelente. Eu uso e abuso das Bauhinia sp. Ótima planta para sombrear rapidamente uma área com permanência de pessoas ( nesse país ensolarado sombra é tudo de bom), embeleza tudo com uma floração colorida e vigorosa, razão pela qual apicultores devem reverenciar a planta. Cresce bem em todo o Brasil, e é pouco exigente com solos, convivendo bem com variações térmicas extremas. Parabéns pela escolha do tema para estudo e cultivo.

    Abraços

    Yucatan

    1. Yucatan vc tem toda razão. Elas se adaptam com muita facilidade mesmo e são pouco exigentes. Excelente opção para reflorestamento. Fico feliz de saber que você também costuma plantar essa espécie, que mais pessoas sigam esse exemplo. : )
      Abraços Floridos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *