Tagetes (Tagete Patula)
Flores

Tagetes (Tagete Patula)

Ando apaixonada pelos meus tagetes! Eles estão lindos, sempre floridos e ainda ajudam a combater pragas, então não tem como não amar.

Essas criaturas encantadoras são plantas anuais, que precisam de replante após um certo período, e não crescem muito, ficando com porte pequeno. Elas têm um crescimento bem rápido e florescem pouco tempo após o plantio das sementes. A floração dos tagetes é muito abundante e as flores são lindas e de um colorido muito intenso.

Tagetes - Cravo de Defunto - Tagete Patula

Além da beleza, essa planta também tem outras grandes vantagens quando é plantada como companhia para outras espécies e especialmente na horta, porque ela age como repelente de pragas e tem efeito nematicida no solo.

Com tantas coisas boas os tagetes merecem esse post enorme para falar sobre tudo que eles podem oferecer e como cultivá-los.

Sementes orgânicas de tagetes podem ser compradas na loja Sementes do Jardim.

Repelente e PANC

Os tagetes, também conhecidos como cravos de defunto, têm um excelente efeito repelente para um grande número de insetos prejudiciais para as plantas, especialmente formigas, moscas brancas, pulgões, etc. Eu observei resultados no meu cultivo e ao escrever esse post fiz pesquisas e encontrei vários artigos e estudos científicos comprovando a eficácia dos efeitos repelentes dos tagetes, fosse usando o óleo essencial ou o extrato aquoso de flores, folhas e raízes.

Tagetes - Cravo de Defunto - Tagete Patula
Detalhe da folha do tagete

No meu cultivo, particularmente, pude notar esses efeitos com relação aos pulgões, formigas e, por consequência, cochonilhas. Plantei os tagetes como coleguinhas de vaso de tomates e pimentas e em dois casos especiais, o da bhut jolokia e o da dedo de moça amarela, foi nítido que após o plantio dos tagetes não foi mais necessário tratar as plantas para evitar as cochonilhas, que eventualmente apareciam na minha dedo de moça amarela, e os pulgões, que insistiam em habitar as minhas mudas de bhut jolokia. Ambas as pragas estavam sendo tratadas e não estavam em grande número nas plantas, era um ou outro inseto que eu encontrava, mas sem dúvida alguma depois dos tagetes eu não precisei usar defensivo mais nenhuma vez.

Também notei que mesmo plantas em vasos vizinhos passaram a não ter mais problemas com pulgões e cochonilhas. As únicas pragas para as quais não notei solução, notei apenas uma leve melhora, foram os ácaros.

Além desse efeito repelente das folhas e flores, os tagetes também liberam substâncias nematicidas no solo que afastam e matam os nematóides das raízes das plantas.

Tagetes - Cravo de Defunto - Tagete Patula

Pelos estudos e sites que li quando pesquisava sobre os efeitos repelentes dos tagetes, o efeito repelente vinha do cheiro forte da planta. Claro que fui cheirar meticulosamente meus tagetes pra ver como era esse cheiro tão poderoso que repelia tantas pragas, mas apesar do cheiro das folhas ser realmente forte para as minhas narinas humanas ele não é ruim. Já as flores achei que têm cheirinho de margaridas.

Não bastassem tantas características boas numa planta só os tagetes ainda são comestíveis, mas da espécie que eu cultivo, tagete patula, somente as flores podem ser consumidas segundo as minhas pesquisas. Elas podem ser consumidas cruas ou usadas como corante. Há inúmeras outras espécies de tagete, então caso a sua não seja a tagete patula pesquise antes de se aventurar comendo uma florzinha.

Plantio

Plantei meus tagetes a partir de sementes e eles germinaram super rápido, em 5 dias já era possível ver as mudinhas. Assim como a germinação o crescimento também foi rápido e as mudas desenvolveram-se muito bem. Tagetes são plantas vigorosas e bastante resistentes.

Tagetes - Cravo de Defunto - Tagete Patula
Mudas pequenas, mas já com botões
Tagetes - Cravo de Defunto - Tagete Patula
Os primeiros botões

O desenvolvimento dessa planta é acelerado e o tempo entre a germinação e o replante para os vasos definitivos é bem curto. No primeiro plantio que fiz eu passei as mudas das sementeiras para um vaso onde ficariam até crescerem um pouco para então serem plantadas no local definitivo. A partir do segundo plantio de sementes já coloquei as mudas germinadas direto nos vasos definitivos, porém com uma boa camada de cobertura morta, para que pudessem ter um bom desenvolvimento sem sentir os efeitos do calor e do sol pleno mesmo na fase mais frágil. Para plantios nos quais se coloca a planta ainda muito jovem em situação de calor ou sol intensos a cobertura morta é indispensável para garantir sua sobrevivência.

Tagetes - Cravo de Defunto - Tagete Patula
Mudas lindas e floridas

Tagetes não são exigentes com substrato, mas claro que uma boa quantidade de matéria orgânica, em regra, ajuda bastante. Usei para o plantio das mudas uma mistura de duas partes de substrato pronto de boa qualidade, duas partes de húmus de minhoca e uma parte de esterco bovino curtido. Apesar de ter plantado tagete patula, uma variedade considerada anã, minhas mudas ficaram com um tamanho que varia entre 50 e 60 cm de altura, o que é muito para essa espécie de tagete. Porém os vasos nos quais as mudas foram plantadas são grandes, eles têm por volta de 45 cm de altura e 40 cm de diâmetro, então isso possibilitou um crescimento maior das plantas.

Ainda que as minhas mudas tenham ficado maiores, as raízes não são agressivas nem muito profundas e os tagetes são por isso uma excelente opção para vasos, inclusive vasos menores, nos quais são normalmente cultivados.

Tagetes - Cravo de Defunto - Tagete Patula
As sementes formadas após a floração

Os tagetes são plantas anuais, então precisam ser replantadas após um certo tempo, que pode variar um pouco, dependendo do clima do local. Mas quando elas começam a definhar e não apresentam mais crescimento ou floração é hora de retirar as mudas e fazer um novo plantio com as muitas sementes que foram produzidas.

Sol

Essas plantas precisam de sol pleno para um bom desenvolvimento e floração. Devem ser cultivadas em locais com bastante sol e quanto mais horas disponíveis melhor.

Tagetes - Cravo de Defunto - Tagete Patula

Os tagetes são bem resistentes ao sol forte, mas precisam de uma boa rotina de regas para se manterem saudáveis e bonitos. Se na sua região o sol e o calor são fortes demais e mesmo com regas eles murcharem ao longo do dia usar uma cobertura morta fará toda a diferença o cultivo.

Rega

Tagetes apreciam uma certa umidade, então mantenho o substrato dos meus levemente úmido, sem excessos. Mas o substrato também pode secar levemente entre regas, sem secar demais para que eles não murchem.

Tagetes - Cravo de Defunto - Tagete Patula

Essas plantinhas lindas podem parecer delicadas, mas são bem resistentes, porém nessa época de sol forte e muito calor é importante tomar cuidado com as regas e sempre observar o substrato.

Adubo

Tagetes são plantas muito rústicas e de fácil cultivo e não exigem de nós tanto esforço para florescerem, mas é claro que todo nutriente é bem-vindo. No plantio uso o esterco bovino e o húmus de minhoca, como já mencionei, e semanalmente aplico leite diluído como adubo foliar. Além disso ainda uso um adubo líquido orgânico, que eu mesma faço, uma vez por semana diluído nas regas.

Tagetes - Cravo de Defunto - Tagete Patula

Com essa rotina de adubos meus tagetes crescem bem lindos, muito saudáveis e se enchem de flores. Não é preciso necessariamente usar tudo que eu uso, mas usar adubos no plantio é super importante e vale a pena usar também pelo menos um foliar uma vez por semana ao longo do crescimento.

Floração

A floração ocorre muito rápido e pode começar apenas dois meses após o plantio das sementes. Claro que tudo depende das condições do local e do cultivo e essas variações podem fazer com que o início da floração demore mais, levando até de 4 a 5 meses para ocorrer.

As flores dos tagetes em regra são de coloração amarela ou laranja com variações e mesclas entre essas duas cores. Algumas flores são mais dobradas outras menos, algumas são bem lisas, mas o que todas tem em comum são as cores muito intensas.

Pragas

Vou confessar que em plantios anteriores eu tive muitos problemas com ácaros e pulgões nos tagetes. Nem parecia que eram plantas que ajudavam a evitar pragas de tantas que elas atraíam. As mudas ficavam super infestadas e eu não conseguia erradicar, mas era uma época na qual eu não tinha tanta experiência e as mudas vieram já crescidas de lojas de jardinagem e isso pesa bastante, já que são plantas que recebem altas doses de veneno para permanecerem sem pragas.

Tagetes - Cravo de Defunto - Tagete Patula

Felizmente nesse último plantio os tagetes ficaram lindos e extremamente saudáveis. Nunca tiveram nenhuma praga! Mas eu os plantei a partir de sementes e é isso que indico para quem quer cultivá-los. Além de ser super gratificante o cultivo a partir de sementes, ele permite que as plantas desenvolvam melhor suas defesas crescendo sem veneno e já adaptadas aos nossos espaços e suas condições.

Hoje já existe aqui no blog o post Guia de Defensivos Naturais que recomendo para quem estiver tendo problemas com pragas. Nele pode-se encontrar a grande maioria das pragas mais comuns das plantas e seus respectivos tratamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *