Sálvia Coral (Salvia Coccinea)
Flores

Sálvia Coral (Salvia Coccinea)

Descobri essa beldade em uma compra de sementes e eu nem estava lá pra comprar a sálvia coral, mas logo que a vi fiquei louca para plantar.

Eu já tinha experiência com sálvias porque plantei várias sementes que recebi da Camila e isso tornou as coisas mais fáceis, apesar delas serem plantas muito trânquilas para cultivar.

Sálvia Coral - Salvia Coccinea

Há uma boa variedade de cores de sálvia, mas, pelo menos para mim, a coral é a mais bonita e é a que eu mais desejava cultivar e cultivo até hoje, anos depois de plantar pela primeira vez.

Sálvias são plantas de fácil cultivo e crescimento rápido que têm flores lindas. Nesse post vou falar especificamente sobre a coral, mas tudo que está escrito aqui se aplica também às salvias coccinea vermelha, lavanda (summer jewel lavender), azul e branca (snow nymph), que são cores diferentes da mesma espécie.

Para comprar sementes de sálvia coral e começar o cultivo acesse a Loja Sementes do Jardim.

Plantio

As sementes de sálvia, nas condições adequadas, germinam com certa facilidade entre 7 e 21 dias após o plantio. O ideal para a germinação delas é que tenha calor, com temperaturas acima dos 25 graus, umidade, sem excesso, e luz. Essas sementes não devem ficar completamente cobertas, apenas uma camada muito fina é suficiente ou elas podem até ser deixadas descobertas e colocadas sobre o substrato com o vaso coberto com plástico filme. Normalmente eu planto usando o mix de técnicas de germinação.

Quando elas germinam mantenho inicialmente em um vaso que pega apenas sol da manhã. Quando as mudas estão mais resistentes eu replanto onde tenham sol durante boa parte do dia. Em geral isso ocorre por volta de 30 dias após a germinação ou quando as mudas estão com aproximadamente 10 cm de altura.

Para o plantio das sementes recém germinadas uso partes iguais de substrato pronto e húmus de minhoca apenas. Quando faço o replante para o vaso definitivo acrescento para cada duas partes da mistura de substrato e húmus uma parte de esterco bovino.

A sálvia coral não é uma planta que cresce muito em altura, mas ela cria muitas raízes, então não recomendo vasos pequenos demais. O ideal para ela são vasos de pelo menos 15 cm de altura para que a planta e raízes possam se acomodar confortavelmente.

Sálvia Coral - Salvia Coccinea

A floração ocorre entre 90 e 120 dias após a germinação. Se as sementes forem plantadas em épocas quentes a floração ocorre mais rápido, mas nas épocas mais frias o desenvolvimento é mais lento e a floração mais demorada.

Sol

A sálvia coral vai bem tanto com sol da manhã apenas, e eu já a cultivei assim, quanto no sol pleno, mas sem dúvida a preferência dela é por sol pleno.

Sálvia Coral - Salvia Coccinea

Se cultivada no sol da manhã ela vai crescer, porém será um processo mais lento, e vai florescer, mas talvez seja menor o número de flores. Então recomendo que ela fique em um vaso que pegue bastante sol.

Rega

Quando as mudas são pequenas mantenho regas mais abundantes, mas à medida que a planta cresce passo a regar em menor quantidade apesar de ainda manter as regas quase todos os dias em função do calor e do sol. Então no início do crescimento, se forem plantadas a partir de sementes, vão precisar de mais regas e o substrato deve ser mantido levemente úmido.

Sálvia Coral - Salvia Coccinea

Quando as mudas já estão maiores não são tão exigentes com regas, mas não deve faltar água para as sálvias. O substrato pode secar levemente entre as regas, mas não deve secar demais.

As minhas mudas são cultivadas no sol pleno em vasos de cerâmica, que absorve muita umidade, e por isso são regadas todos os dias nas estações mais quentes.

Adubos

Para a sálvia coral eu uso a mesma rotina de adubos da maioria das minhas plantas. Borrifo toda a planta, exceto as flores, com leite diluído uma vez por semana e coloco no mesmo borrifador também o adubo líquido diluído.

Sálvia Coral - Salvia Coccinea

Além desses adubos usados como foliares, também misturo ao substrato esterco bovino e húmus de minhoca a cada 2 ou 3 meses, uma parte de esterco para cada duas de húmus.

Pragas

Nas minhas mudas o que costuma aparecer são cochonilhas. Resolvo com o combo que já mostrei aqui no blog e na falta do óleo de neem combato só com sabão de côco e cravo curtido no álcool bem diluídos. Também costumo usar uma escova de dentes bem macia para remover manualmente as cochonilhas.

Apesar das minhas mudas só terem tido cochonilhas, é muito comum nas sálvias, assim como em outras plantas, o aparecimento de pulgões, ácaros e fungos. Além da leitura dos posts específicos sobre essas pragas e doenças que mencionei, recomendo também a leitura do post Guia de Defensivos Naturais.

4 respostas para “Sálvia Coral (Salvia Coccinea)”

  1. A flor que você chama de mirabilis, tenho de cor branca, amarela, lilás, rosa claro e coral; além de mescladas. Se desejar lhe envio sementes. Tenho muitas no meu quintal. Mande o endereço no zap que lhe envio Quando quiser 11-98196-9287

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *